Cristiano Ronaldo se diz perseguido após manutenção de suspensão por 5 jogos

Por Rik Sharma
Cristiano Ronaldo reclama com árbitro após ser expulso contra o Barcelona 13/8/2017 REUTERS/Juan Medina

Por Rik Sharma

MADRI (Reuters) - Cristiano Ronaldo, do Real Madrid, acusou a federação espanhola de futebol (RFEF) de perseguição, depois que seu apelo contra uma suspensão de cinco jogos por empurrar um árbitro foi negado nesta quarta-feira.

O atacante empurrou o árbitro Ricardo de Burgos Bengoetxea após ter sido expulso durante a vitória do Real por 3 x 1 sobre o Barcelona na primeira partida da final da Supercopa da Espanha, no domingo.

O Real Madrid apelou, mas o recurso foi rejeitado algumas horas antes do jogo no Santiago Bernabéu, o que significa que Cristiano Ronaldo ficou fora deste confronto, assim como nos quatro primeiros jogos do Campeonato Espanhol.

"É impossível não reagir a esta situação, 5 jogos! Parece-me exagerado e ridículo, isso se chama perseguição!", escreveu Ronaldo em uma postagem do Instagram.

A RFEF não respondeu imediatamente a um pedido de comentário da Reuters.

O Real Madrid ainda pode levar o caso ao tribunal de esportes do governo espanhol para tentar reduzir a punição.