Cristiano Ronaldo retorna ao Manchester United após evolução em seu jogo; veja a opinião de jornalistas

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·7 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


Desde a sua primeira passagem pelo Manchester United, Cristiano Ronaldo enfrentou mudanças no seu jogo. De volta ao clube inglês após doze anos, o craque português retorna aos Diabos Vermelhos com uma grande evolução em seu futebol.

Após passagens por Real Madrid e Juventus, Cristiano Ronaldo conseguiu evoluir o seu estilo de jogo até a sua volta ao Manchester United, em 2021. O LANCE! mostra a opinião de jornalistas sobre o retorno do craque português aos Diabos Vermelhos.

Veja a tabela do Inglês

Cristiano Ronaldo
Cristiano Ronaldo

CR7 conquistou primeira Bola de Ouro no United (Foto: Divulgação)

Ao chegar no United em 2003, Cristiano Ronaldo era um jovem jogador de 18 anos marcado pela sua velocidade nas pontas e pela sua capacidade de drible, e não pela finalização. Lucas Filus, jornalista do Footure e ex-blogueiro do Manchester United no ESPN FC, fala ao L! sobre a primeira passagem de CR7 pela equipe inglesa.

- A primeira passagem de Ronaldo pelo United talvez seja a que melhor define a sua carreira. Isso pode soar estranho, já que no Real Madrid a figura de 'máquina' de gols se consolidou, mas o processo aconteceu em Manchester - opinou Filus.

Nos primeiros anos de CR7 no Manchester United, o jogador fica marcado pelos seus dribles e pela sua velocidade, mas consegue chegar em um 'novo patamar' a partir da temporada 2006/2007, como explica Lucas Filus.

- De 2006/07 ocorreu uma evolução: ele continuava driblando e fazendo seus golaços, mas focou em aproveitar ainda mais qualquer tipo de chance, começando a se transformar no artilheiro que conhecemos hoje. Não à toa conquistou sua primeira Bola de Ouro em 2008. Resumindo, nessa passagem ele deixou de ser apenas um ponta driblador e se tornou num jogador completo - dando sinais fortes do que estava por vir na Espanha - concluiu.

Cristiano Ronaldo deixou o Manchester United após o fim da temporada 2008/2009, quando havia estabelecido um papel importante como goleador da equipe inglesa.

Cristiano Ronaldo no Real Madrid
Cristiano Ronaldo no Real Madrid

Cristiano foi grande destaque do Real Madrid (Foto: AFP)

Contratado pelo Real Madrid em 2009, Cristiano Ronaldo estabeleceu-se como um dos principais jogadores de ataque na equipe merengue, como Guilherme Bianchini, repórter da Agência Estado e ex-blogueiro do Real Madrid no ESPN FC, fala ao LANCE!.

- Desde que chegou ao Real Madrid, Cristiano Ronaldo passou por adaptações de estilo que o transformaram em um dos maiores goleadores da história. A imagem que se tinha dele no United era muito marcada por dribles e firulas. Já no Real Madrid, com o passar dos anos, a essência passou a ser a finalização - opinou o jornalista.

Foi no Real Madrid que CR7 encontrou uma mudança maior em seu estilo de jogo, sendo colocado para atuar como o grande goleador da equipe merengue e do futebol mundial. Segundo Bianchini, existe uma confusão na classificação tática do jogador.

- Mesmo assim, apesar de muitos o classificarem como um centroavante, nunca foi o caso. À exceção de poucos jogos em que atuou como referência, ele partia da ponta e chegava na área para definir as jogadas. Esse foi um processo que se intensificou a cada temporada e que chegou ao seu auge sob o comando de Zidane, quando ele passou a ser até poupado em alguns jogos - adicionou.

Em sua passagem pelo Real Madrid, Cristiano Ronaldo teve Karim Benzema ao seu lado no ataque. O atacante francês foi a grande dupla que o português teve em seu tempo na equipe merengue, e funcionou com uma peça perfeita para auxiliar CR7.

- A versão de Cristiano Ronaldo como um ponta (ou como segundo atacante, a depender do esquema) que chegava na área para finalizar foi a que mais transformou o potencial de marcar gols em resultados e títulos para o Real Madrid. E sempre com Benzema ao lado, muito importante ao se movimentar e deixar espaços para que CR7 explorasse sua principal característica - concluiu.

Juventus x Cagliari - Cristiano Ronaldo - Comemoração
Juventus x Cagliari - Cristiano Ronaldo - Comemoração

Cristiano passou pela Juventus (Foto: Marco Bertorello / AFP)

Cristiano Ronaldo deixou o Real Madrid em 2018 para assinar com a Juventus, onde permaneceu por três temporadas. Na equipe italiana, o craque português enfrentou a dificuldade de não conseguir uma sequência com um único treinador, como o jornalista Leonardo Bertozzi, da ESPN, fala ao LANCE!.

- Ele teve três técnicos diferentes em três temporadas, e cada um esperava algo diferente da função dele. Allegri, Sarri, Pirlo são visões muito diferentes de futebol, então o Allegri, por exemplo, via nele sim um camisa 9, um cara da área, o definidor. Os outros dois esperavam um pouco mais de participação tática, mais deslocamentos, mais participação. Então a gente viu, nesses últimos anos, o Ronaldo saindo bastante da área, finalizando mais de média distância, driblando mais, então não dá para dizer que ele foi especificamente um camisa 9, um homem de última bola, como ele vinha se transformando até na reta final dele no Real Madrid - opinou.

A dificuldade de ter que mudar o seu jogo a cada temporada com a chegada de novos treinadores certamente influenciou no que Cristiano Ronaldo pode levar ao Manchester United. Nesta dificuldade, o português pode ter encontrado novas maneiras de evoluir o seu jogo.

- O fato dele ter tido técnicos diferentes pode ter atrapalhado um pouco a continuidade do time mas, ao mesmo tempo, ele se adaptou bem as diferentes situações, nem sempre muito à vontade, especialmente o feeling dele com o Sarri, que é um cara que foca mais nas questões coletivas que individuais. Mas, certamente, a gente viu um jogador tão completo em qualquer outro momento da carreira mesmo jogando nesta função mais central, e muitas vezes mais perto do gol - adicionou.

Cristiano Ronaldo - Manchester United
Cristiano Ronaldo - Manchester United

CR7 volta ao United após doze anos (Foto: Reprodução / YouTube Manchester United)

A carreira de Cristiano Ronaldo certamente tem uma evolução notável. Como vinho, o craque português envelhece bem, e passa a fazer temporadas de classe mundial mesmo após os 30 anos de idade. Bruno Formiga, jornalista da TNT Sports, fala ao L! sobre uma visão geral da carreira de CR7.

- O Cristiano surge como um ponta driblador, um ponta que não era goleador, mas ele vai entendendo e recebendo muita crítica na na Inglaterra durante um período como esse jogador firulento, até um cara que cavava situações e tudo e acho que o Ferguson tem um papel fundamental, o Rooney ajuda muito ele nessa nesse conexão de está mais próximo da área - falou Formiga.

Assim como Bianchini indica, Formiga concorda com a importância de Benzema para a passagem de Cristiano no Real Madrid, mas adiciona também o papel de Rooney, que dividia o protagonismo do Manchester United com o craque português.

- Ele vai se tornando um jogador mais objetivo, e sempre saindo do lado para dentro. Ele se torna essa parada ainda mais mortal no Real Madrid. O Benzema é também fundamental. Ele jogou com dois atacantes muito inteligentes. O Rooney e o Benzema, caras que geravam muito espaço pra ele está dentro da área e tudo - opinou.

Por fim, Formiga concluiu que existe uma evolução notória na carreira de Cristiano Ronaldo, mas esta é mais técnica do que tática, como dito em muitos casos. CR7 evolui em seu jogo, em sua movimentação e em sua inteligência dentro de campo.

- Digamos que ele não é um nove de fato, mas ele é um um nove de direito por entender como é a presença dele na área, fazer a leitura. Então, taticamente, eu diria que ele mudou pouco, mas eu acho que, tecnicamente, em termos de ambição, de qualidade de finalização, de jeito de jogar, aí eu acho que a mudança ela é radical, porque aí ele passa a driblar menos ou driblar de maneira mais objetiva, e a estar na área mais rápido, a entender a geograficamente a área - concluiu.

A reestreia de Cristiano Ronaldo pelo Manchester United ocorre às 11h (de Brasília) deste sábado, em confronto contra o Newcastle United pela quarta rodada da Premier League.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos