Cristiano Ronaldo, preparado para um público hostil: Craque sempre reage à pressão

Mesmo sem nunca ter feito gol no Napoli ou no San Paolo, CR7 é conhecido por marcar contra a maioria dos rivais e dos estádios. E nesta temporada, já foram 17 gols fora de casa

O Real Madrid visita o Napoli em San Paolo nesta terça-feira, 7, e pode esperar uma panela de pressão. Após o 3 a 1 na partida de ida, os merengues já estão acostumados com esse desafio e contam com Cristiano Ronaldo, o especialista em comandar o time em “territórios inimigos”.

O craque português vem sendo marcado em conduzir a equipe fora de casa, longe do calor do Santiago Bernabéu. O luso tem 17 gols marcados na casa do adversário na temporada. E as redes balançaram mesmo em locais mais complicados, como Westfalenstadion, o Sánchez Pizjuan, o Vicente Calderón, em Yokohama, Balaídos e Mestalla. O Camp Nou se safou, mas támbém não derrotou o Real, mostrando a força de CR7 e companhia.

Mas Cristiano ainda não marcou contra o Napoli, uma das poucas equipes nesta lista, ao lado de Dínamo Zagreb, Cruz Azul-MEX, San Lorenzo-ARG, PSG, Légia Varsóvia, Leganés. Apenas sete equipes em sete temporadas. O resto dos maiores clubes do mundo sofreu gols do quatro vezes melhor do mundo, assim como os principais estádios europeus.

Os números de C. Ronaldo nesta UCL

San Paolo, Napoli e torcedores estão agora na mira de Cristiano Ronaldo para o jogo de hoje. Este é um momento atípico para o artilheiro na Liga dos Campeões. Ele não marcou em seus últimos cinco jogos de UCL (523 minutos). Uma situação incomum em sua carreira, porque desde a sua estreia goleadora na Europa, apenas uma vez ele ficou mais de cinco jogos sem marcar (6), e ainda não tinha chegado no Real Madrid (2008).

É por esse motivo a corrida pelo 100º gol na Champions League pode dar uma dor de cabeça a mais para o segundo colocado, Lionel Messi: Cristiano Ronaldo entrará com tudo em campo para derrubar mais essas barreiras em Nápoles.