Cristiano Ronaldo, o menino que caiu do céu

Goal.com
José Diniz e Dolores apaixonaram-se à primeira vista pela criança que parecia ter vindo de outro planeta
José Diniz e Dolores apaixonaram-se à primeira vista pela criança que parecia ter vindo de outro planeta

José Diniz e Dolores levaram um grande susto. Ainda era de madrugada na Ilha da Madeira quando ouviram um estrondo estarrecedor. Pularam da cama e logo correram para o fundo da casa.

Inicialmente, o casal achou que alguma ferramenta pesada tivesse caído das prateleiras de jardinagem, visto que a região é famosa pelos ventos fortes. Com os corações acelerados, notaram algo oval e metálico fincado na terra.

O buraco era enorme. Havia muita fumaça. José cogitou chamar a polícia ou talvez os bombeiros. Dolores, mesmo cansada depois de um dia árduo de trabalho na cozinha, não deixou. O medo e a preocupação rapidamente deram lugar à curiosidade.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Cuidadosamente, começaram a tocar naquilo que mais parecia uma calota de carro de tamanho desproporcional. Sem mais nem menos, o objeto foi abrindo devagar.

Num primeiro momento, uma luz forte dominou o ambiente. Temendo uma explosão ou qualquer coisa do tipo, o casal não pensou duas vezes e correu para longe. O medo seguia presente. 

O silêncio não tardou a ser tomado por um choro ainda que discreto de um bebê. O instinto de Dolores, que já era mãe de Elma, Katia e Hugo, falou mais alto. Ignorou o perigo e voltou então às pressas.

Sim, era mesmo uma criança. Um recém-nascido. Assim que olhou fixamente para o casal, ficou mudo e sorriu. Foi amor à primeira vista. Foi recíproco.

Mesmo diante de muitas dificuldades e sem qualquer informação, a família Santos Aveiro acolheu de braços abertos o menino que caiu do céu. O menino, na verdade, que parecia ter vindo de outro planeta.

Leia também