Cristiano Ronaldo marca três e Real fica perto da final da Liga dos Campeões

Reeditando a final da última edição da Liga dos Campeões, o Real Madrid recebeu o rival Atlético de Madrid para a disputa da primeira partida da semifinal. Com grande atuação do atacante Cristiano Ronaldo, que marcou três gols e chegou a 104 na história da Champions, o Real bateu o rival por 3 a 0.

O gajo, eleito quatro vezes o melhor jogador do mundo, voltou a marcar contra o Atléti em jogos da Liga dos Campeões e ajudou o Real a largar com o pé direito na semifinal. Com o hat-trick nesta terça, CR7 chegou a 104 gols na história da Liga, sendo 87 gols em 87 jogos com a camisa do Real, e ampliou recorde como o maior artilheiro da competição.

Em duelo que colocou frente a frente os técnicos Zinedine Zidane e Diego Simeone, o francês se deu melhor. O comandante do Real montou uma equipe muito veloz no ataque e segura no sistema defensivo, e conseguiu garantir larga vantagem para o jogo de volta, que acontece na próxima quarta-feira, no estádio Vicente Calderón.

Agora, os galácticos podem até perder por dois gols de diferença que ainda assim avançam à grande final da Liga dos Campeões. Já o Atléti precisa reverter o placar negativo de três gols para garantir vaga.

Começo arrasador dos galácticos – O Atlético de Madrid começou adiantando sua marcação e pressionando a saída de bola do Real, que tentava organizar o jogo com Modric e Kroos. Quando conseguiu ir ao ataque, com Carvajal cruzando na área, Benzema acabou perdendo o gol embaixo da trave.

Depois que o Real conseguiu ficar com a bola no ataque, demorou apenas poucos minutos para o time da casa abrir o placar. Após a zaga afastar cruzamento na área, o brasileiro Casemiro chutou para o gol, a bola quicou no chão e sobrou para o atacante Cristiano Ronaldo cabecear e balançar as redes: 1 a 0.

O Real cresceu após o gol e ficou muito perto de ampliar. A arma dos galácticos era a jogada de bola aérea. Após cobrança de escanteio, o “baixinho” Modric se antecipou ao zagueiro adversário e testou firme, mas viu o goleiro Oblak salvar.

Mesmo com menos volume de jogo na partida, o Atlético respondeu e assustou a torcida que lotou o Santiago Bernabéu. Em rápido contra-ataque, Gameiro saiu cara a cara com o arqueiro Keylor Navas, que saiu muito bem do gol e ficou com a bola. Após o susto, o Real voltou a atacar com perigo. Com a defesa do Atlético preocupada em anular os atacantes do time da casa, Modric e Kroos sobravam no meio-campo e arriscavam bons chutes de fora da área.

Mesmo com forte marcação cercando CR7, o gajo, eleito quatro vezes o melhor do mundo, conseguiu se livrar pela lateral esquerda, passou o pé por cima da bola e descolou cruzamento para o francês Benzeman, que emendou uma linda bicicleta, mas jogou por cima do gol de Oblak – décima finalização do Real no jogo. Nos minutos finais do primeiro tempo, o Real passou a administrar o placar e tocar a bola com calma no meio-campo.

CR7 resolve – Logo no início do segundo tempo, o técnico Zinedine Zidane perdeu o lateral Carvajal, que deixou o jogo lesionado para a entrada de Nacho. Pelo lado do Atlético, o treinador argentino Diego Simeone colocou Gaitán e Torres em campo, com o objetivo de reforçar o ataque da equipe.

Com mais posse de bola e com um Atléti apático, os galácticos contaram novamente com a estrela do gajo para ampliar. Benzema se lançou ao ataque e tocou para o atacante português, que esperou a bola quicar e fuzilou o goleiro, acertando um grande chute: 2 a 0.

A apatia tomou conta do Atléti, e mesmo com as mudanças de Simeone no time, não conseguiu se impor em campo. Já perto do final da partida, o atual melhor jogador do mundo voltou a balançar as redes e colocar o Real mais perto da grande final. Lucas Vázquez fez grande jogada na linha de fundo e cruzou na área. O brasileiro Casemiro fez o corta-luz e a bola sobrou limpa para CR7, que dominou e chutou rasteiro, anotando seu tercerio gol na partida e decretando a grande vitória madrilenha.

FICHA TÉCNICA:

REAL MADRID 3 X 0 ATLÉTICO DE MADRI

Local: Estádio Santiago Bernabéu, em Madri (Espanha)

Data: 2 de maio de 2017, terça-feira

Horário: 15h45 (de Brasília)

Árbitro: Martin Atkinson (ING)

Assistentes: Stephen Child (ING) e Stuart Burt (ING)

Cartões amarelos: Isco (Real); Koke e Ñiguez (Atlético)

GOLS:

REAL: Cristiano Ronaldo aos 9 minutos do primeiro tempo e aos 27 e 40 do segundo

REAL MADRID: Keylor Navas; Dani Carvajal (Nacho), Sergio Ramos, Varane e Marcelo; Casemiro, Luka Modric e Toni Kroos; Isco (Asensio), Cristiano Ronaldo e Benzema (Vazquez)

Técnico: Zinedine Zidane

ATLÉTICO DE MADRI: Jan Oblak; Lucas Hernández, Stefan Savić, Diego Godín e Filipe Luís; Gabi, Saúl Ñíguez (Gaitán), Koke e Yannick Carrasco (Correa); Kevin Gameiro (Fernando Torres) e Griezmann

Técnico: Diego Simeone