Cristiano Ronaldo fica com a camisa 7 no Manchester United

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 minuto de leitura
Cristiano Ronaldo (D) na primeira passagem pelo Manchester United ao lado do então treinador da equipe Sir Alex Ferguson (AFP/Andrew YATES)
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O Manchester United anunciou nesta quinta-feira que Cristiano Ronaldo usará a camisa 7, número com o qual ficou famoso e adotou como marca, em sua segunda passagem pelo clube inglês, enquanto o uruguaio Edinson Cavani, que até então usava esta identificação, passará a vestir a 21, como na seleção do Uruguai.

"O Manchester United confirma que Cristiano Ronaldo vestirá a camisa com o icônico número 7 no seu retorno a Old Trafford", divulgou o time, que na sexta-feira da semana passada anunciou a contratação do atacante português, que estava na Juventus desde 2018.

"Em suas seis temporadas no clube, entre 2003 e 2009, Cristiano Ronaldo disputou 292 partidas e marcou 118 gols, conquistando nove troféus, incluindo três títulos do Campeonato Inglês e a Liga dos Campeões (em 2008)", lembrou o United.

Em sua primeira passagem pelos "Red Devils", o atacante de 36 anos vestiu a camisa com o número 7 que David Beckham deixou vago e que no passado foi usado por lendas do clube como George Best, Bryan Robson e Eric Cantona.

A decisão de permitir ao cinco vezes vencedor da Bola de Ouro de melhor jogador do mundo vestir o número 7 também atende a uma necessidade de marketing, uma vez que 'CR7' se tornou uma marca com impacto internacional.

Com isso, Cavani, que era dono desta camisa até a vitória sobre o Wolverhampton no último domingo, passará a exibir o 21 nas costas, que antes estava com Daniel James, transferido para o Leeds United.

Cristiano Ronaldo deve voltar a jogar pelo United no dia 11 de setembro, diante do Newcastle, pela 4ª rodada do Campeonato Inglês.

O atacante foi liberado nesta quinta da seleção de Portugal e deixou a concentração depois de marcar os dois gols da vitória na véspera por 2 a 1 sobre a Irlanda, pelas Eliminatórias Europeias da Copa do Mundo, tornando-se assim o maior artilheiro de seleções com 111 gols marcados, superando o iraniano Ali Daei (109).

Assim, ele não participará com a seleção portuguesa do amistoso de sábado contra o Catar, na Hungria, e nem enfrentará o Azerbaijão na terça-feira, em Baku, pelas eliminatórias, partida que não poderia ir a campo por ter que cumprir suspensão por ter levado o terceiro amarelo.

hap/dr/pm/lca

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos