Cristiano Ronaldo faz dois, e Portugal passa fácil pela Hungria no Grupo B

Portugal fez o seu papel e derrotou a Hungria por 3 a 0, no Estádio da Luz, pela quinta rodada das Eliminatórias para Copa do Mundo. A equipe teve dificuldade para furar a defesa rival até marcar o primeiro, quando a porteira definitivamente se abriu. André Silva e Cristiano Ronaldo, duas vezes, marcaram os gols.

O camisa 7 da seleção chegou a 70 gols com a camisa de Portugal. De quebra, chegou a nove nas Eliminatórias, tornando-se artilheiro isolado.

O resultado mantém Portugal isolado na segunda colocação, com 12 pontos. A liderança é da Suíça, que tem 15 e 100% de aproveitamento. Hungria (7), Ilhas Faroe (5), Letônia (3) e Andorra (1) fecham o grupo.

Portugal entrou em campo muito pressionado após a vitória da Suíça sobre a Letônia por 1 a 0. Nos primeiros minutos, a Hungria segurou mais a bola e evitava os avanços dos donos da casa. No entanto, os portugueses foram se soltando e passaram a criar chances. O primeiro bom lance saiu dos pés de Cristiano Ronaldo, após cruzamento de Quaresma.

Os lusitanos retomaram a posse de bola e esbarravam na falta de criatividade de seu meio de campo. Mas chegou ao primeiro gol aos 31 minutos, após boa trama ofensiva. Cristiano Ronaldo avançou e rolou para Raphael Guerreiro cruzar na medida para André Silva marcar.







A retranca húngara, enfim, estava furada. E a porteira logo se abriu. Quatro minutos depois, foi a vez de Cristiano Ronaldo balançar as redes. Após chutão da defesa, André Silva ajeitou de calcanhar e o camisa 7 chutou forte de esquerda, no canto do goleiro.

Os portugueses se mantiveram no campo de ataque no segundo tempo, tocando a bola, tentando achar um buraco na defesa húngara. Contudo, a boa vantagem adquirida na etapa inicial deixou os lusos um pouco sonolentos, sem ser tão incisivos. Mas Cristiano Ronaldo tem fome de gol. Em cobrança de falta, ele bateu com perfeição, no canto de Gulacsi.

Portugal x Hungria

Ronaldo e sua tradicional comemoração (Foto: AFP)

Com o placar resolvido, o técnico Fernando Santos fez algumas mudanças na equipe. Bernardo Silva entrou e quase fez o quarto, mas acabou mandando para fora. Sem problemas na defesa, os portugueses mantiveram a posse de bola esperando apenas o apito final do árbitro.

E MAIS: