Cristiano Ronaldo faz 100º gol na Premier, mas não impede derrota do United para Arsenal

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O Arsenal venceu o Manchester United por 3 a 1, neste sábado (23), no Emirates Stadium, em partida válida pela 34ª rodada do Campeonato Inglês. Cristiano Ronaldo até marcou o 100º gol de sua carreira na Premier League, mas não evitou a derrota dos Diabos Vermelhos.

Os Gunners abriram o placar logo aos três minutos com Nuno Tavares e ampliaram com Saka aos 31. CR7 descontou aos 33 para o United. No segundo tempo, aos 24 minutos, Xhaka acertou uma bomba de fora da área e marcou o 3º do Arsenal.

Com a vitória, o time de Londres chegou aos 60 pontos, subiu para o 4º lugar, e deu um passo importante na disputa por uma vaga na próxima edição da Liga dos Campeões. O United, por sua vez, segue com 54 pontos na 6ª posição, e se complica na briga pelo torneio continental.

O Arsenal volta a campo no próximo domingo (1 de maio), contra o West Ham, às 12h30 (de Brasília), no Estádio Olímpico de Londres. Já o United encara o Chelsea, no Old Trafford, às 15h45 (de Brasília), na quinta-feira (28).

HOMENAGEM

Na última terça-feira (19), na partida entre Liverpool e United, os torcedores dos Reds homenagearam Cristiano Ronaldo, que desfalcou sua equipe pela morte de seu filho. Aos sete minutos da primeira etapa, os presentes em Anfield se levantaram, bateram palmas e cantaram "You'll Never Walk Alone".

O gesto se repetiu neste sábado, contra o Arsenal —a primeira partida de CR7 desde o episódio. Os presentes no Emirates Stadium aplaudiram o craque português no minuto 7 da primeira etapa.

O camisa 7 marcou o 100º gol de sua carreira no Campeonato Inglês, contra o Arsenal. Foi seu primeiro gol desde a morte de um dos filhos gêmeos que ele e Georgina Rodríguez estavam esperando.

O meio-campista Matic cruzou pelo lado esquerdo, Cristiano Ronaldo antecipou dois defensores e completou de primeira para o fundo do gol.

Aos 9 minutos do segundo tempo, Nuno Tavares colocou a mão na bola dentro da área e a arbitragem marcou pênalti. Bruno Fernandes foi para a bola, deslocou Ramsdale, mas acertou a trave.

Aos 13 minutos da etapa final, CR7 empatou a partida após marcar de voleio — completando um passe de Elanga. No entanto, o VAR assinalou impedimento milimétrico no lance.

Aos 24 minutos do segundo tempo, Xhaka definiu a vitória dos Gunners. Elneny rolou para o meia suíço, que encheu o pé de fora da área e superou De Gea.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos