Cristiano Ronaldo esclarece polêmica após ser substituído em derrota de Portugal

CR7 saiu no segundo tempo contra a Coreia (Foto: ODD ANDERSEN / AFP)


Cristiano Ronaldo esbravejou e xingou após ser substituído na derrota de Portugal contra a Coreia do Sul, e muito apontaram uma insatisfação do astro com o técnico Fernando Santos. Contudo, CR7 colocou panos quentes no assunto, corroborando a versão dada pelo treinador de que a revolta se deu por um desentendimento com um atleta coreano.

+ Artilheiros da Copa do Mundo 2022: veja lista de jogadores que marcaram

- Antes da minha substituição, um jogador deles estava dizendo para eu sair rápido. Eu mandei calá-lo, ele não tem autoridade, não tem de opinar nada. Eu acelerava o passo se o árbitro dissesse. Não tem de haver polémica, calor do jogo. Independentemente do que aconteceu, são coisas dentro de campo - esclareceu o astro.

O atacante de 37 anos não quer que isso se transforme em mais uma polêmica, e pediu união para o restante do Mundial.

- Mais importante é que temos de estar unidos. Estamos na próxima fase. Temos de estar, não só jogadores, mas todos os portugueses confiantes, porque queremos passar e é isso que vamos tentar fazer - comentou.

+ Veja tabela e simule todo o mata-mata da Copa do Mundo

Ronaldo reconheceu o peso da derrota e quer usar o revés contra os Tigres Asiáticos como aprendizado para o mata-mata.

- Importância sempre tem, ninguém gosta de perder. Sabíamos que já estávamos classificados e que era preciso um pequeno milagre para não terminarmos em primeiro. Não quero justificar com isso. A Coreia esteve bem, tem méritos. Temos de aprender a lição, espero que possamos aprender com a derrota para o próximo jogo, mata-mata temos de ganhar - afirmou.

Cristiano Ronaldo admitiu que a estratégia portuguesa nos minutos finais favoreceu os coreanos, mas destacou a classificação em primeiro lugar no Grupo H.

- Demos a possibilidade para eles ganharem. Foi um jogo equilibrado, queríamos muito ganhar, temos de estar satisfeitos porque passamos em primeiro - concluiu.

Apesar da derrota, Portugal se classificou em primeiro lugar no Grupo H. A seleção portuguesa aguarda os resultados do Grupo G para saber o adversário nas oitavas de final, mas a tendência é que os portugueses enfrentem Suíça ou Sérvia. Independente do rival, Portugal irá jogar na terça-feira (6), às 16h (horário de Brasília), no estádio Lusail, em Doha, no Qatar.