Cristiano Ronaldo e Messi voltam no tempo em amistoso de 9 gols

Cristiano Ronaldo comemora gol em amistoso

RIAD (Reuters) - Cristiano Ronaldo e Lionel Messi transportaram os torcedores de volta ao tempo do auge da rivalidade histórica entre os dois craques e foram os destaques da partida amistosa vencida por 5 x 4 pelo Paris Saint-Germain sobre o Riyadh Season Team.

Embora a partida possa não ter muito significado para os times envolvidos, os torcedores de futebol de todo o mundo ganharam muito com uma reedição da história que dominou o esporte por mais de uma década em uma festa de gols memorável.

Em um primeiro tempo repleto de ação no Estádio King Fahd, em Riad, os gols de Messi e Marquinhos para abrir o placar para o PSG foram logo compensados por dois gols de Cristiano Ronaldo, enquanto Juan Bernat, do PSG, foi expulso por uma entrada no saudita Salem Al-Dawsari.

As duas equipes mantiveram o pé no acelerador no segundo tempo, mas um gol de Hugo Ekitike aos 33 minutos do segundo tempo acabou fazendo a diferença na noite.

Com um novo uniforme preto e dourado, o PSG teve um início de jogo empolgante, abrindo o placar aos três minutos, graças a uma finalização habilidosa de Messi.

Com um passe de Neymar, Messi conseguiu passar a bola pelo goleiro Mohamed Al-Owais, que o enfrentara pela última vez na surpreendente vitória da Arábia Saudita sobre a Argentina em novembro na Copa do Mundo.

Apesar da derrota, o Riyadh Season Team --um combinado da Saudi Pro League XI com jogadores do Al Nassr e do Al Hilal--teve várias chances.

Cristiano era uma ameaça sempre presente e conseguiu um pênalti quando o goleiro Keylor Navas o atingiu. Com um hematoma vermelho brilhante na bochecha devido à colisão, o português se recompôs para converter com calma a cobrança de pênalti e empatar o jogo.

Bernat foi expulso logo após o empate, mas o clube da liga francesa respondeu bem apesar de perder um homem, marcando com o zagueiro Marquinhos.

A vantagem deles não durou muito, já que Ronaldo mais uma vez empatou o jogo à beira do intervalo, acertando um rebote depois que Sergio Ramos errou um chute direto.

Os gols continuaram fortes e rápidos após o intervalo, quando Ramos desviou um cruzamento de Kylian Mbappé antes que o sul-coreano Jang Hyun-soo respondesse de cabeça próximo à trave para fazer o 3 x 3.

A mão de Ali Al-Bulaihi na área deu um pênalti aos visitantes, que foi cobrado com eficácia por Mbappé pouco depois dos 15 da etapa final. Foi a última contribuição de Mbappé, que saiu de campo pouco depois, junto com os companheiros Messi e Neymar, além de Cristiano Ronaldo.

Ekitike então ampliou a vantagem do PSG para 5 x 3 com uma finalização contundente após uma corrida de estourar os pulmões do meio de campo, antes de Anderson Talisca marcar um gol de consolação para os sauditas nos acréscimos.

Embora ele não tenha conseguido começar seu mais novo capítulo na Arábia Saudita com uma vitória, Cristiano Ronaldo, de 37 anos, vai se inspirar com seu desempenho enquanto se prepara para fazer sua primeira participação competitiva pelo Al Nassr, na partida contra o Al Ettifaq no domingo.

(Reportagem de Aadi Nair em Nashik, Índia)