Cristiano Ronaldo critica imprensa e Fifa toma medida polêmica

Cristiano Ronaldo reclamou dos jornalistas após goleada de Portugal sobre a Suíça. (Photo by Richard Sellers/Getty Images)
Cristiano Ronaldo reclamou dos jornalistas após goleada de Portugal sobre a Suíça. (Photo by Richard Sellers/Getty Images)

Cristiano Ronaldo é o centro das atenções dessa Copa do Mundo. Da chegada ao Catar após uma entrevista bombástica em que criticou o Manchester United, passando pelo possível acerto com um time da Arábia Saudita e chegando à presença do craque no banco de reservas na partida válida pelas oitavas de final do torneio.

No entanto, CR7 não protagonizou apenas essas polêmicas. Após a goleada portuguesa contra a Suíça por 6 a 1, o atacante criticou a imprensa na zona mista. O motivo foi simples: ele estava incomodado com os pedidos de selfie feitos pelos jornalistas.

Leia também:

"Os jornalistas só querem tirar fotos agora, não fazem perguntas", reclamou CR7 diante do assédio dos repórteres

Por causa da reclamação de Cristiano Ronaldo, a Fifa tomou uma medida que pode ser considerada polêmica: colocou cartazes probindo os jornalistas de tirarem fotos e gravarem vídeos com os jogadores na zona mista.

A Fifa também disse que irá punir jornalistas que desrespeitarem as medidas tomadas pela entidade máxima do futebol mundial.

Copa do Mundo nas quartas de final

Polêmicas à parte, a Copa do Mundo chega às quartas de final nesta sexta-feira (09). Serão dois jogos por dia, mantendo o padrão das oitavas de final. Na sexta, Brasil e Croácia abrem essa nova fase do torneio, às 12h. Mais tarde, às 16h, tem Argentina e Holanda. Os vencedores dos dois confrontos se encontram na semifinal.

No sábado (10), mais dois jogos. Às 12h tem Marrocos e Portugal. E às 16h, o clássico europeu entre França e Inglaterra. Os ganhadores dos jogos vão se enfrentar na outra semifinal da Copa do Mundo do Catar. As equipes eliminadas dão adeus ao torneio.