Cristiano Ronaldo celebra temporada da Juventus: 'Não persigo recordes, recordes me perseguem'

·2 minuto de leitura


Cristiano Ronaldo publicou uma nota em seu Instagram avaliando a sua temporada na Juventus. O jogador português celebrou conquistas da equipe e outras individuais conquistadas durante 2020/2021, comemorando também recordes obtidos.

- A vida e a carreira de qualquer jogador top são feitas de altos e baixos. Ano após ano, enfrentamos equipas fantásticas, com jogadores extraordinários e objetivos ambiciosos, por isso temos sempre que dar o nosso melhor para nos mantermos em níveis de excelência - publicou CR7.

Cristiano Ronaldo também comemorou títulos obtidos pela Juventus na temporada e também parabenizou os campeões do Campeonato Italiano.

- Este ano não conseguimos vencer a Serie A. Parabéns à Inter pelo merecido título. No entanto, tenho que valorizar tudo o que conquistamos nesta temporada na Juventus, tanto em termos coletivos quanto individuais. A Supertaça da Itália, a Copa da Itália e o troféu de Artilheiro da Série A me enchem de alegria, principalmente pela dificuldade que carregam consigo, em um país onde nada é fácil de vencer - disse.

O atleta brasileiro também celebrou conquistas individuais obtidas durante a temporada.

- Com essas conquistas, alcancei uma meta que me propus desde o primeiro dia em que cheguei na Itália: ganhar o Campeonato, a Copa e a Supertaça, e também ser o Melhor Jogador e Artilheiro deste grande país do futebol cheio de jogadores fantásticos, clubes gigantes e uma cultura futebolística muito própria - falou Cristiano.

Na nota publicada em seu Instagram, Cristiano Ronaldo também diz que busca sempre mais de si dentro de campo.

- Eu já disse que não persigo recordes, recordes me perseguem. Para quem não entende o que quero dizer com isso, é muito simples: o futebol é um jogo coletivo, mas é por meio da superação individual que ajudamos nossas equipes a atingirem seus objetivos. É sempre em busca de mais e mais no campo, trabalhando cada vez mais fora do campo, que os registros vão surgindo e os títulos coletivos se tornam inevitáveis, uns sendo consequência natural dos outros - disse o atleta.

O jogador da Juventus aproveitou para ressaltar as conquistas individuais que o acompanharam por toda a sua carreira.

- Portanto, estou muito orgulhoso com este fato que tem sido amplamente replicado nos últimos dias: Campeão na Inglaterra, Espanha e Itália; Vencedor da taça na Inglaterra, Espanha e Itália; Vencedor da SuperTaça na Inglaterra, Espanha e Itália; Melhor Jogador da Inglaterra, Espanha e Itália; Melhor artilheiro da Inglaterra, Espanha e Itália; Mais de 100 gols por um clube da Inglaterra, Espanha e Itália. Nada se compara à sensação de saber que deixei minha marca nos países onde joguei e que dei alegria aos torcedores dos clubes que representei. É para isso que trabalho, é isso que me move e é isso que sempre perseguirei até o último dia - concluiu.