Cristiano Ronaldo assina com clube saudita Al-Nassr até 2025

O astro português Cristiano Ronaldo, sem clube desde a rescisão do contrato com o Manchester United no final de novembro, assinou por dois anos e meio, até junho de 2025, com o Al Nassr, anunciou nesta sexta-feira o clube saudita.

"Estou ansioso para experimentar uma nova Liga num país diferente", disse Cristiano Ronaldo, de 37 anos, citado na conta do Twitter do seu novo clube e que posou com a sua nova camisa amarela e azul, com o habitual número 7.

"A visão com a qual o Al Nassr trabalha é muito inspiradora e estou entusiasmado por juntar-me aos meus companheiros para que, juntos, possamos ajudar a equipe a alcançar títulos", disse o astro português.

O salário que Cristiano Ronaldo vai receber é estipulado em cerca de 200 milhões de euros (214 milhões de dólares) e esta contratação dirige agora as atenções para a liga saudita, campeonato desconhecido do grande público.

"Isto é mais do que história. Esta é uma contratação que não só inspirará o nosso clube a alcançar um sucesso ainda maior, mas também inspirará a nossa liga, a nossa nação e as gerações seguintes, de meninos e meninas a darem o melhor de si", disse o Al Nassr.

Cristiano Ronaldo tem um retrospecto espetacular, com cinco Bolas de Ouro, cinco títulos da Liga dos Campeões da Europa (2008, 2014, 2016, 2017 e 2018), títulos de campeão italiano com a Juventus (2019 e 2020) da Espanha com Real Madrid (2012 e 2017) e da Inglaterra com o Manchester United (2007, 2008 e 2009).

É também o maior artilheiro da Liga dos Campeões e da história da seleção portuguesa, com a qual conquistou a Eurocopa em 2016.

No entanto, Cristiano Ronaldo, a personalidade mais seguida no Instagram, vem vivendo alguns meses difíceis, após a sua saída tempestuosa do Manchester United, clube em que foi projetado ao estrelato entre 2003 e 2009, e ao qual havia retornado em 2021 após passagens por Real Madrid (2009-2018) e Juventus (2018-2021).

Desde meados deste ano, CR7, revelado no Sporting de Lisboa, queria deixar o Manchester United e a chegada do treinador holandês Erik Ten Hag, que limitou o seu tempo de jogo, agravou a situação.

Em uma entrevista em novembro, pouco antes da Copa do Mundo, ele criticou antigos e atuais treinadores, dirigentes e ex-companheiros de equipe, sem fazer autocrítica.

Pouco depois, o Manchester United anunciou a rescisão de seu contrato "de comum acordo".

Durante a última Copa do Mundo, seus minutos em campo foram limitados e Portugal acabou sendo eliminado nas quartas de final pelo Marrocos. O Al Nassr, treinado desde julho pelo francês Rudi García, conquistou nove títulos de campeão da Arábia Saudita, o último deles em 2019.

ht/jr/fal/dr/aam