Cristiano Ronaldo acerta com novo clube e será o mais bem pago do mundo, diz jornal


Após rescindir contrato com o Manchester United, Cristiano Ronaldo será jogador do Al-Nassr, da Arábia Saudita, segundo informa o jornal "Marca". O atacante assinará um contrato por dois anos e meio e inicia sua trajetória na nova equipe a partir do dia primeiro de janeiro de 2023.

O veterano receberá um pouco menos de 100 milhões de euros (R$ 544 milhões) por temporada em salário. No entanto, o contrato do português será rodeado de incentivos econômicos via publicidades e o montante que o astro receberá será próximo de 200 milhões de euros (R$ 1 bilhão).

Com isso, Cristiano Ronaldo passará a ser o jogador de futebol mais bem pago do mundo, deixando Kylian Mbappé e Neymar para trás. Há alguns meses, o atleta chegou a receber uma proposta exorbitante do Al-Hilal, também da Arábia Saudita, mas a negociação não avançou.

+ Cristiano Ronaldo tenta encerrar 'sina' em mata-matas da Copa

Criticado por suas atuações abaixo da média no Manchester United, o camisa sete também começa a ser contestado em Portugal, durante a Copa do Mundo. Aos 37 anos, o jogador não vive seu melhor momento técnico e não desperta o interesse dos grandes clubes da Europa.

Cristiano Ronaldo - Everton x Manchester United
Cristiano Ronaldo - Everton x Manchester United

Cristiano Ronaldo deixou o United (Foto: Oli SCARFF / AFP)


CRISE COM O MANCHESTER UNITED
Antes da pré-temporada do Manchester United, Cristiano Ronaldo havia pedido para ser negociado com uma outra equipe com o objetivo de disputar a Champions League. Alegando motivos pessoais, o atacante não participou da excursão dos Red Devils pela Ásia para a disputa da preparação do clube.

Após o início da temporada, o técnico Erik ten Hag decidiu deixar o craque no banco de reservas em grande parte dos jogos, o que gerou insatisfação do astro e de seu entorno. Pouco antes da Copa do Mundo, o veterano deu uma entrevista em que atacou o treinador e tornou a situação insustentável. Com isso, ambas as partes decidiram pela rescisão contratual há algumas semanas.