Crise do coronavírus adia até recurso do City para "voltar" à Liga dos Campeões

Goal.com

O apelo do Manchester City na Corte Arbitral do Esporte (CAS, sigla em inglês) no caso que baniu o clube por dois anos da Liga dos Campeões pode ser adiado. O CAS anunciou que não receberá nenhum reunião pessoalmente até, pelo menos, maio por conta do coronavírus.

Além dos dois anos fora de competições europeias, o City ainda terá que pagar uma multa de 30 milhões de euros (R$ 166 milhões) por descumprir regras do Fair Play Financeiro da Uefa. O clube esperava uma definição rápida do caso, mas por conta da pandemia o caso pode demorar. A punição já é válida para a próxima temporada.

Até agora, 16 julgamentos foram adiados pelo CAS para, pelo menos, o dia 18 de maio. O caso dos citizens não está entre eles.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

O City pode pedir adiamento da punição por conta do coronavírus. Há ainda muitas incertezas sobre o futuro da Premier League (e diversas ligas no mundo todo), assim sobre como prosseguirão a Liga dos Campeões e da Liga Europa.

O título inglês é muito improvável, já que, mesmo em segundo lugar, o clube está a 26 pontos do líder Liverpool. Já no torneio europeu, o City venceu o Real Madrid por 2 a 1 na primeira partida das oitavas de final, no Santiago Bernabéu. O segundo jogo, que seria realizado hoje, 17 de março, mas foi adiado justamente pelo avanço do coronavírus em todo continente europeu.

Não há novas datas para a volta da Premier League e da Liga dos Campeões. Siga tudo sobre os desdobramentos da pandemia no futebol mundial clicando aqui.

Leia também