Crespo admite má atuação do São Paulo contra o Juventude: 'Poderíamos jogar melhor'

·2 minuto de leitura


O técnico Crespo admitiu que o São Paulo não fez uma boa apresentação contra o Juventude, neste domingo (29), no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O Tricolor saiu na frente aos 40 minutos do segundo tempo, com um gol de Reinaldo, em cobrança de pênalti, mas sofreu o empate do Papo já nos acréscimos da partida. O que o treinador são paulino classificou com uma desatenção nos minutos finais.

- Acredito que podíamos jogar de uma maneira melhor, que nos permita ter uma vantagem maior no placar. Isso não aconteceu e pagamos por uma desatenção. Acredito que podemos, com esse tempo, melhorar. Foram somente dois jogos (ruins), hoje e contra o Sport. Acredito que antes fizemos bons jogos, mas acho que podemos jogar um futebol melhor – disse Crespo em entrevista coletiva após o empate.

Quando o treinador se refere sobre tempo, ele diz sobre os 14 dias que terá disponível sem jogos, já que o São Paulo teve o seu jogo pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro, contra o América-MG, que seria no próximo sábado (4), adiado por conta das convocações do lateral Daniel Alves e o zagueiro Miranda para a Seleção Brasileira, na rodada tripla das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022. Os atletas terão que se apresentar para os compromissos que ocorrerão nas próximas duas semanas, contra Chile, Argentina e Peru. Os jogos remarcados ainda não têm data para acontecer.

>> Confira a tabela do Brasileirão e simule os próximos jogos
>> Baixe o novo app de resultados do L!

Bolas paradas


O gol sofrido pelo São Paulo contra o Juventude, aos 48 minutos do segundo tempo, aconteceu em um lance de bola parada. Após falta cobrada por Guilherme Castilho, alçando a bola a área, a defesa são paulina deixou o atacante Ricardo Bueno livre para ir às redes;

A deficiência defensiva em bolas aéreas foi alertada pelo lateral-esquerdo Reinaldo ao fim do jogo, mas minimizado pelo técnico do clube.

- Os problemas vão acontecer sempre, porque é impossível controlar todas as oportunidades que tem o futebol. O futebol é dinâmico, sabemos que depois do jogo contra o Flamengo nunca mais tomamos um gol de bola parada. Jogando tantos jogos, vai acontecer como os dois últimos, que não pudemos fechar o placar – destacou Crespo.

- Temos muito para trabalhar, muito espaço para trabalhar. Não só bola parada, mas ter um pouco mais a bola. Temos muitas situações para melhorar, sabemos o elenco que temos, as características que temos e tentamos fazer o melhor possível – acrescentou.

Mesmo com o empate contra o Juventude, o São Paulo ainda mantém uma sequência invicta pelo Brasileirão, que chega agora a cinco jogos (três vitórias e dois empates).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos