Crescimento olímpico chinês fez imprensa dos EUA mudar critério para quadro de medalhas; entenda!

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Finalizado mais um dia dos Jogos Olímpicos de Tóquio, a China lidera o quadro de medalhas, seguida dos Estados Unidos e do Japão, segundo o site oficial do evento. 

Porém, para os veículos americanos de imprensa é a delegação do país que ocupa a primeira colocação do ranking. O critério dos meios de comunicação norte-americanos toma a classificação pelo total de medalhas conquistadas e não pela quantidade de ouros.

Leia também:

O modelo começou a vigorar nos Estados Unidos em 2008. Jornais locais, como "NY Times", "Washignton Post", "Fox News" e "Yahoo!", e emissoras que exibem a competição no país, como a NBC, adotaram o quadro diferente nos Jogos de Pequim, quando a China passou a liderar na quantidade de medalhas de ouro e os Estados Unidos seguiram sendo hegemônicos quanto ao número de pódios.

Embora a Carta Olímpica do Comitê Olímpico Internacional vede um ranking de medalhas de países, o site oficial de Tóquio 2020 possui uma contagem de medalhas olímpicas que aponta a China em primeiro lugar, os Estados Unidos em segundo e o Japão em terceiro. 

Clique aqui e veja o ranking do site oficial.

Pode ser visto ainda que o ranking é ordenado pelo ouro, como é tradicionalmente feito, mas ainda existe, na ponta, um ranking em que indica a posição de cada país a partir do total de medalhas. Na Grã-Bretanha, por exemplo, jornais como o "The Guardian" e a "BBC" seguem o critério da quantidade de ouro. 

Brasil pode garantir outras 10 medalhas nesta madrugada, na Olimpíada de Tóquio. (Foto: Divulgação/COI)
Brasil pode garantir outras 10 medalhas nesta madrugada, na Olimpíada de Tóquio. (Foto: Divulgação/COI)
Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos