CRB vence, segue na cola do G-4 e complica o Vitória na luta contra o rebaixamento

·4 min de leitura


Vivendo situações opostas no Campeonato Brasileiro da Série B, CRB e Vitória mediram em campo segunda-feira, no estádio Rei Pelé, em Maceió, com o único objetivo de triunfar. E os donos da casa se deram melhor. Abrindo a contagem com Renan Bressan, em um gol relâmpago, Fernando Neto tratou de igualar tudo ainda na etapa inicial, porém o Leão não contava com a força do Galo que, no segundo tempo, marcou mais dois, fechando a conta em 3 a 1.

Com o resultado, a equipe comandada por Allan Aal chegou aos 60 pontos ficando na 5ª colocação, mas que poderá descer um degrau em caso de triunfo do Guarani sobre o Goiás que ainda jogam na rodada. Já o time comandado por Wagner Lopes, por conta do revés, acabou estacionando na 18ª posição com seus 40 pontos, e agora terá que vencer na última rodada, além de torcer contra Remo e Londrina para seguir na segunda divisão em 2022.

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

CRB marca no começo, mas Vitória consegue igualar momentos depois

Fazendo valer o fator casa, o CRB sabia da necessidade de um triunfo sobre o pressionado Vitória visando alcançar os líderes da competição. Com isso, partiu pra cima do adversário logo nos primeiros movimentos e, com menos de um um minuto no relógio, em uma cobrança de falta, Renan Bressan abriu a contagem no Rei Pelé após a bola passar por todo mundo na área.

Em desvantagem no marcador, o Leão passou a buscar seu gol de empate. Com isso, em duas chances seguidas, Fabinho e David deram trabalho ao goleiro Diogo Silva que, em ambas as tentativas, acabou levando a melhor fazendo boas defesas. Entretanto, aos 15 minutos, o camisa 12 acabou não conseguindo evitar o tento dos visitantes com Fernando Neto, após o meia acertar um lindo chute no ângulo. Tudo igual em Maceió.

Duelo passa a ficar equilibrado

Com o tempo passando, as duas equipes pareciam não estar dispostas a ficar no empate até o fim da primeira etapa. Sendo assim, buscavam o gol a todo momento, dando muito trabalho aos sistemas defensivos que conseguiram levar a melhor em todos os lances até meados dos 35 minutos.

Já na reta final, o Vitória passou a comandar um pouco mais as ações, contando com erros de passe por parte do CRB. Até que a melhor chance ocorreu aos 44, quando David arriscou um lindo chute de longe, mas viu a bola sair próxima ao gol de Diogo Silva sendo esse o último lance antes do árbitro mandar os jogadores para os vestiários.

Outra vez ele, Renan Bressan, deixa o Galo novamente em vantagem

Na volta para a segunda etapa, tanto Allan Aal, quanto Wagner Lopes, optaram por manter seus esquemas iniciais. E a equipe alagoana acabou se dando bem. Assim como foi no primeiro tempo, marcando logo no início, Renan Bressan, agora aos 3, após cruzamento de Celsinho pela direita, mandou no canto esquerdo de Lucas Arcanjo fazendo 2 a 1.

Mas o Vitória tentou não desanimar. Até os 25 minutos, chegou a criar boas jogadas em busca do seu tento, como a de Fernando Neto, que após limpar o lance, quase balançou a rede rival.

CRB muda e marca mais um

Mais tranquilo em campo, o Galo seguia melhor em busca de seu terceiro gol. E conseguiu. Após entrar no lugar de Nicolas Careca, Pablo Dyego, aos 29, aproveitando rebote na defesa de Lucas em cobrança de falta de Diego Torres, o atacante só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes fazendo 3 a 1.

Sem perder tempo, Wagner Lopes então promoveu uma série de substituições buscando reverter o prejuízo. Entretanto, o comandante dos mandantes não ficou para trás e também resolveu realizar suas últimas mudanças na expectativa de segurar o resultado.

Sendo assim, até os acréscimos dado por Marcelo de Lima Henrique, mesmo com o Vitória se lançando ao seu campo de ataque, pouco conseguiu criar, vendo ainda João Pedro ser expulso nos minutos finais, decretando o trinfo do CRB em pleno Rei Pelé, com direito a muita festa nas arquibancadas.

FICHA TÉCNICA
CRB 3x1 VITÓRIA


Data e horário: 22/11/2021, às 18h (de Brasília)
​Local: Estádio Rei Pelé, em Maceió (AL)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (CBF-RJ)
Assistentes: Eduardo Gonçalves da Cruz (CBF-MS) e Márcia Bezerra Lopes Caetano (CBF-RO)
VAR: Silbert Faria Sisquim (CBF-RJ)

Cartões Amarelos: Eduardo, 1'/2ºT; Marcinho, 20'/2ºT; Gum, 36'/2ºT

Cartão Vermelho: João Pedro, 47'/2ºT

Gols: Renan Bressan 40 segundos/1ºT (1-0); Fernando Neto, 15'/1ºT (1-1); Renan Bressan, 3'/2ºT (2-1); Pablo Dyego, 29'/2ºT (3-1)

CRB: Diogo Silva; Celsinho, Gum, Caetano e Guilherme Romão; Claudinei, Jean Patrick, Diego Torres (Jajá, 37'/2ºT) e Renan Bressan (Wesley, aos 40'/2ºT) e Émerson (Reginaldo, aos 40'/2ºT); Nicolas Careca (Pablo Dyego, aos 26'/2ºT).
(Técnico: Allan Aal)

VITÓRIA: Lucas Arcanjo; Raul Prata, Thalisson Kelvin, Wallace Reis e Roberto; João Pedro, Eduardo (Hitalo, aos 21'/2ºT) e Fernando Neto (Eron, aos 32'/2ºT); Fabinho (Alisson Santos, aos 40'/2ºT), Marcinho (Cedric, aos 31'/2ºT) e David (Bruno Oliveira, aos 32'/2ºT).
(Técnico: Wagner Lopes)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos