CRB acha gol no final e vence o Oeste fora de casa na estreia de Ramon Menezes

Futebol Latino
·3 minuto de leitura


Com objetivos distintos na Série B, Oeste e CRB entraram em campo nesta sexta-feira pela 21ª rodada. E na estreia do Ramon Menezes, ex-Vasco, o Galo venceu os mandantes por 2 a 1 e continua sonhando com o G-4.

Com os três pontos, o CRB voltou a vencer após dois jogos e subiu duas posições ao chegar a 29 pontos (a cinco do G-4). Já o Oeste segue rumando para o descenso em 2021 ao permanecer com uma vitória e 15 derrotas em 21 jogos.

Na próxima rodada, o Oeste vai encarar o Brasil de Pelotas novamente em casa, enquanto o CRB vai jogar em seus domínios diante do Náutico.

COMO FOI O PRIMEIRO TEMPO

O primeiro tempo mostrou dois times com vontade de buscar o resultado, e foram com bolas paradas que as primeiras tentativas de ameaça de Oeste e CRB vieram no jogo.

No decorrer do jogo, o CRB passou a ter mais posse de bola, mas não conseguiu converter a vantagem em situações perigosas de gol para dar trabalho para o goleiro Caíque França. Apenas um chute ao alvo dos alagoanos. Por outro lado, o Oeste tentava aproveitar o fato casa para fazer seu gol e até criava jogadas, mas os três chutes ao gol não tiveram sucesso.

Aos 26 minutos, o CRB conseguiu ter sucesso em uma jogada pelos lados do campo e abrir o placar. Após Luidy passar para Cariús, o lateral cruzou forte e a meia altura e Orinho, do Oeste, jogou contra a própria meta. Os alagoanos se empolgaram com o bom momento e quatro minutos mais tarde quase fizeram novamente com Wesley, que aproveitou o cruzamento e fez Caíque se esticar todo para evitar o segundo tento.

Após os 30 minutos, o CRB 'relaxou' na partida e viu o Oeste ficar com mais tempo de bola, além do time de Barueri ainda aumentar os arremates ao gol: foram oito dos paulistas contra quatro dos rivais. Apesar disso, o Oeste teve a pontaria fraca já que só acertou uma vez o chute no gol de Victor Souza.

CRB ACHA GOL NO SEGUNDO TEMPO

E a superioridade que o Oeste teve no primeiro tempo se manteve nos primeiros minutos da etapa final. Prova disso é que após escanteio cobrado, Yuri tocou na bola e Victor Souza não segurou, no rebote o zagueiro Vitão jogou para o fundo das redes com um minutos de jogo.

O jogo se resumiu nos períodos seguintes em o Oeste ficar menos com a bola, mas ser mais agressivo quando chegava no ataque e às vezes com trabalho ao goleiro Victor Souza. Já o Galo não pressionava tanto os zagueiros do Oeste e procurava espaços para conseguir jogar no último terço do campo. O técnico Ramon Menezes percebeu a fragilidade do seu setor ofensivo e trocou Luidy e Robinho por, respectivamente, Ramon Tanque e Bill.

Mesmo com as alterações, o CRB continuava sem forças para atacar. O Oeste foi gostando a partida e chegando cada vez mais. Mas o problema de pontaria ainda assombrava o time rubro-negro. Já que o jogo trabalhado não tava dando certo para o Galo, restou uma bola sobrada na entrada da área.

Após cruzamento rasteiro, a zaga do Oeste afastou parcialmente. Claudinei pegou o rebote e colocou na rede. No minuto seguinte, Ramon Tanque que entrou no segundo tempo tomou o segundo amarelo e foi expulso após agredir Luanderson.