CR7 tenta superar recorde de gols de Ali Daei e mira na Copa do Catar-2022

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·3 minuto de leitura
O atacante português Cristiano Ronaldo em Oeiras, Portugal, no dia 31 de agosto de 2021 (AFP/Patricia de Melo Moreira)
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Rumo ao gol 110: determinado a ir ainda mais longe na história do futebol, Cristiano Ronaldo tem a oportunidade de bater na noite desta quarta-feira, contra a Irlanda, o recorde de gols por seleções que atualmente divide com o iraniano Ali Daei e aproximar Portugal da Copa do Mundo do Catar de 2022.

O astro português deixou a Juventus de Turim para voltar ao Manchester United, onde começou a escrever sua história de sucessos entre 2003 e 2009. A sua transferência foi oficializada nesta terça-feira. Agora está perto de adicionar uma nova marca à sua carreira.

Com 109 gols em 179 jogos internacionais, 'CR7' precisa marcar apenas um gol para ultrapassar Ali Daei e se tornar o maior artilheiro de todos os tempos em seleções nacionais.

Aos 36 anos, Ronaldo já tem os recordes do maior artilheiro da história da Liga dos Campeões (134), do Real Madrid (450), da Eurocopa desde este verão europeu (14) e das seleções europeias, quando ultrapassou o húngaro Ferenc Puskas (84) durante a Copa do Mundo de 2018 na Rússia.

- "Ronaldo merece este recorde" -

O próprio Daei não tem ilusões quanto à sobrevivência de seu recorde, que muitos achavam que seria inalcançável.

O 'Shahriar' (o 'rei' em persa), de 52 anos e aposentado desde 2007, homenageou o capitão português quando ele igualou os 109 gols que marcou com a dobradinha diante da França (2-2) na Euro-2020.

"Parabéns a Cristiano, que agora está a um gol de quebrar o recorde internacional de gols (...). Estou honrado que este marco em breve pertencerá a Ronaldo", escreveu o ex-jogador do Bayern de Munique em seu perfil no Instagram.

"Acho que Ronaldo merece esse recorde. O fato de que ele possa me alcançar também é um recorde para mim", disse ele ao jornal esportivo espanhol As alguns dias antes do jogo.

Se não conseguir contra a Irlanda, o vencedor das cinco Bolas de Ouro pode quebrar o recorde em um amistoso contra o Catar no sábado ou contra o Azerbaijão no dia 7 de setembro em uma partida das Eliminatórias.

- Última Copa -

E se disputar pelo menos duas dessas três partidas, o português que iniciou a carreira internacional em agosto de 2003 vai superar as 180 partidas internacionais do espanhol Sergio Ramos, não convocado pela 'Roja', para se tornar o jogador com mais partidas por seleções europeias.

Depois de três rodadas nas Eliminatórias, Portugal lidera o Grupo A com 7 pontos, os mesmos da Sérvia, mas os jogadores comandados pelo técnico Fernando Santos têm melhor saldo de gols.

A seleção portuguesa venceu o Azerbaijão por 1 a 0, empatou (2-2) com a Sérvia e derrotou Luxemburgo por 3 a 1. Por isso terá de aumentar o seu nível de jogo se quiser chegar à liderança da sua chave.

Não há dúvidas de que Cristiano Ronaldo, que marcou contra Luxemburgo, vai querer ajudar seu país a se classificar para a Copa do Mundo do Catar (21 de novembro a 18 de dezembro), que, segundo ele, deve ser sua última.

O jogador, que em fevereiro do ano que vem completará 37 anos, teria a oportunidade de ingressar no seleto clube de jogadores que já participaram de cinco Copas do Mundo, ao lado do italiano Gianluigi Buffon e do alemão Lothar Matthäus.

Essa será a última chance para o português de vencer esta competição, o único grande torneio que falta em sua impressionante carreira.

bcr/ng/dlo/gh/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos