Covid adia sonho da estreia de lateral da base no profissional do Santos

LANCE!/DIÁRIO DO PEIXE
·1 minuto de leitura


A pandemia do coronavírus atrasou o sonho do garoto Mikael Doquinha de estrear pela equipe profissional do Santos. Depois de treinar na equipe titular no sábado, inclusive como o responsável pelas jogadas de bola parada, o garoto testou positivo para Covid neste domingo, foi isolado dos companheiros e a estreia foi adiada. Ele não atuou na vitória do Peixe sobre a Inter de Limeira.

Mikal, de 21 anos, está no Santos desde o Sub-13, foi titular na Copa São Paulo de Juniores de 2019 e aguardava a primeira oportunidade no time profissional. Ele tem contrato com o Santos até o final de setembro deste ano.

Nas redes sociais, o garoto lamentou o teste positivo.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Sem Mikael, o técnico Ariel Holan optou pela entrada do zagueiro Robson Reis, mudando a formação tática da equipe para um 3-5-2. O Peixe entrou em campo com Vladimir, Luiz Felipe, Alex e Robson Reis; Vinícius Balieiro, Guilherme Nunes, Lucas Barbosa, Lucas Lourenço e Jhonnathan; Ângelo e Kaio Jorge.