COVID-19: o motivo de o Flamengo não revelar os infectados e novos testes semanais

Lazlo Dalfovo
LANCE!


O comunicado do Flamengo na noite da última quarta-feira causou espanto. Das 293 pessoas testadas para o novo coronavírus, 38 testaram positivo para a COVID-19, inclusive três atletas do elenco profissional, cujos nomes não foram revelados. E há um motivo: trata-se de dados privados dos envolvidos e que, em caso de divulgação sem consentimento, caberia até processo contra o clube. Este é o argumento oficial do Rubro-Negro.

Cabe aos jogadores revelarem, caso assim queiram - e não são todos que estão cientes dos infectados, segundo o LANCE! apurou. Na nota oficial, o clube reitera que, "para os que testaram positivo, todos assintomáticos, as providências serão isolamento e quarentena, acompanhamento diário com questionários sobre sinais vitais e evolução, além de novas dosagens seriadas dos pacientes e contactantes até a resolução dos casos". E completou:

- Os atletas que tiveram familiares ou funcionários com testes positivos entrarão em quarentena, com acompanhamento diário com questionários sobre sinais da doença e novas testagens. Em caso de novos testes negativos, serão integrados ao trabalho em prazo seguro ou, em caso de testagem positiva, seguirão, a partir de então, o padrão de conduta dos que já testaram positivo.

O Flamengo também reforçou que, "trabalhando em total sintonia com as autoridades governamentais", visa o "importante retorno às atividades do futebol no menor prazo possível". Para isso, o clube segue em busca de novas medidas, como montagem de uma academia ao ar livre nos campos do Ninho do Urubu, conforme informou inicialmente o site "Coluna do Fla".

Hoje, a expectativa do Flamengo é que novos testes, rápidos de sorologia, sejam feitos às segundas-feiras em funcionários, jogadores e familiares, durante este período. O clube já tem os materiais para os próximos exames - cuja notícia foi divulgada anteriormente pelo jornalista Venê Casagrande e, em seguida, confirmada pelo L!.









Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também