Covid-19: em São Paulo, 1 a cada 5 pacientes que vão à UTI morre

Yahoo Notícias
Nas UTIs do estado de São Paulo, 1 a cada 5 pacientes da Covid-19 não resistem. (Foto: REUTERS/Amanda Perobelli)
Nas UTIs do estado de São Paulo, 1 a cada 5 pacientes da Covid-19 não resistem. (Foto: REUTERS/Amanda Perobelli)

A letalidade do novo coronavírus para os pacientes que dão entrada nos leitos de UTIs (Unidades de Tratamento Intensivo) em São Paulo tem sido de 20%, matando 1 a cada 5 infectados. A preocupação com a alta taxa de mortes nos leitos intensivos foi um dos pontos abordados pelas autoridades de Saúde do governo de São Paulo.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

“Temos uma taxa de mortalidade na UTI em 20%. Isso representa que, de cada 5 pacientes que vão pra UTI, 1 não volta pra casa. E a taxa de ocupação dos leitos de UTI em São Paulo tem sido de 85% a 87%, e está aumentando", detalhou Luis Carlos, diretor do Instituto Emílio Ribas, na coletiva desta quinta-feira (14), no Palácio dos Bandeirantes.

Leia também

Nas últimas 24 horas, o estado contabilizou 197 novas mortes, totalizando 4.315 desde o início da pandemia.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

“Esses óbitos não foram por falta de leitos de UTI. É uma infecção que causa uma doença sistêmica e não só pulmonar, afeta os sistemas neurológico, renal e até manifestações cutâneas. Se olharmos para países com muitos recursos (financeiros) como Bélgica, Holanda, de cada 10 pacientes diagnosticados, um veio a óbito. É mais grave do que pensamos”, ressalta Dimas Covas, coordenador do Comitê de Combate ao Novo Coronavírus.

Nesta quinta, a taxa de ocupação dos leitos de UTIs foi de 69% no estado como um todo, e 85,5% nos hospitais da capital.

“Não se trata somente de construir e ampliar o número de leitos. A alta taxa de mortalidade, de 1 a cada 5 pessoas, é fundamental seguir no modelo de isolamento social para salvar vidas em São Paulo. Isso é uma política que deve ser seguida e mantida. Portanto, fique em casa”, ressaltou o secretário de Desenvolvimento Regional do Estado de São Paulo, Marco Vinholi.

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Leia também