Covid-19: Em dia de reabertura de shoppings, São Paulo ultrapassa os 10 mil mortos

Yahoo Notícias
Nesta quinta, a Secretaria Estadual de Saúde atualizou o número de casos confirmados para 162.520 infectados, e o total de mortes para 10.145. (Foto: AP Photo/Andre Penner)
Nesta quinta, a Secretaria Estadual de Saúde atualizou o número de casos confirmados para 162.520 infectados, e o total de mortes para 10.145. (Foto: AP Photo/Andre Penner)

O Estado de São Paulo ultrapassou, nesta quinta-feira (11), o patamar dos 10 mil óbitos registrados por conta do novo coronavírus. A marca é batida no mesmo dia em que a cidade de São Paulo registrou aglomerações e congestionamento durante a reabertura dos shoppings populares no centro e do anúncio de uma vacina contra a Covid-19 sendo desenvolvida em São Paulo.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Nesta quinta, a Secretaria Estadual de Saúde atualizou o número de casos confirmados para 162.520 infectados, e o total de mortes para 10.145, das quais 283 foram registradas nas últimas 24 horas. A taxa de ocupação dos leitos de UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) no estado subiu de 69,1% para 69,4%, enquanto na Grande São Paulo esse índice cresceu dos 76,6% para 77%.

Leia também

As altas hospitalares de pacientes infectados ocorridas desde o início da pandemia em São Paulo totalizam 30.383.

GOVERNO ANUNCIA PARCERIA PARA VACINA

Também nesta quinta, o governo João Doria (PSDB) anunciou a parceria firmada entre Instituto Butantan e Sinovac Biotech, uma gigante biofarmacêutica chinesa, para desenvolvimento de uma vacina contra a Covid-19.

Segundo Doria, a vacina deverá ser disponibilizada à população até o primeiro semestre do ano que vem. “O mundo tem hoje mais de 100 vacinas em desenvolvimento, mas apenas 10 avançaram para a fase final de testes em humanos. A vacina do Instituto Butantan está entre elas. Estudos indicam que essa vacina estará disponível no primeiro semestre de 2021, ou seja, até junho do ano que vem. Com essa vacina, poderemos imunizar milhões de brasileiros”, afirmou Doria.

O anúncio da parceria no desenvolvimento da vacina, batizada de CoronaVac, foi feito por Doria na manhã desta quinta nas redes sociais. O acordo firmado entre governo e o laboratório chinês prevê a participação de São Paulo na realização de testes clínicos dessa vacina.

Os testes, segundo Doria, começarão em julho deste ano e envolverão 9 mil brasileiros. “Dentro, portanto, de três semanas, 9 mil voluntários já estarão sendo testados aqui no Brasil”.

RJ E SP REABREM SHOPPINGS

São Paulo e Rio de Janeiro reabrem parcialmente seus shoppings nesta quinta-feira. Ambas as capitais vivem um processo de flexibilização das medidas de isolamento social adotadas para frear a pandemia do novo coronavírus.

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), autorizou os estabelecimentos a funcionarem em horário restrito (das 6h às 10h). Algumas medidas obrigatórias para o funcionamento são: medição de temperatura e uso de máscaras.

O Rio de Janeiro, por sua vez, viveu uma intensa disputa judicial acerca da questão, que acabou resolvida pelo prefeito Marcelo Crivella (Republicanos) em favor da reabertura.

Os estabelecimentos terão de seguir protocolos sanitário, como monitoramento da quantidade de frequentadores máxima para respeitar distanciamento, medição de temperatura de clientes no acesso ao local, uso obrigatório de máscaras por clientes e funcionários, entre outras medidas.

Em São Paulo, o horário de funcionamento será das 16h-20h. No Rio de Janeiro, o funcionamento permitido será um pouco maior: 12h-20h.

Leia também