Covid-19: Brasil registra 2.724 mortes em 24 horas

Redação Notícias
·1 minuto de leitura
Cemetery workers in full protective gear carry a coffin that contains the remains of a person who died from complications related to COVID-19 as an employee uses a bulldozer to prepare more graves at the Vila Formosa cemetery in Sao Paulo, Brazil, Thursday, March 11, 2021. One year after the World Health Organization officially declared the spread of the coronavirus a pandemic, Brazil is reporting almost 2,000 deaths per day. (AP Photo/Andre Penner)
Coveiros trabalham em área do Cemitério Vila Formosa, em São Paulo, que recebe vítimas de Covid-19 (AP Photo/Andre Penner)

O Brasil registrou 2.724 novas mortes pelo novo coronavírus e 86.982 casos da doença nesta quinta (18). Com isso, o total de mortos chegou a 287.499 e o de casos a 11.780.820, de acordo com o painel atualizado pelo Conass (Conselho Nacional dos Secretários de Saúde), um sistema próprio de informações que reúne dados de contaminados e de óbitos em contagem paralela à do governo.

O número de 2.724 mortes em um período de 24 horas é a segunda maior marca da pandemia até aqui, já que na última terça (16) foram registrados 2.841 óbitos. 

Os dados desta quinta não incluem os óbitos e casos do Rio Grande do Norte nas últimas 24 horas. Segundo o Conass, houve problema na base de dados em que os números são retirados para a soma nacional. 

Na quarta (17), o país tinha 284.775 mortes e 11.693.838 casos confirmados de Covid-19, de acordo com o conselho.

Prezando pela confiabilidade nas informações, o Yahoo Brasil passou a adotar como padrão, desde 8 de junho, os dados estatísticos divulgados pelas secretarias estaduais de Saúde através do Conass, e não mais os números apresentados pelo Ministério da Saúde.

Os dados do Conass também viraram referência para o Congresso Nacional, que abandonou a contagem do Ministério da Saúde. A decisão foi anunciada pelo então presidente do Senado, Davi Alcolumbre, no início de junho de 2020.