Covid-19: Brasil registra 1.131 mortes em 24 horas

Redação Notícias
·1 minuto de leitura
Relatives are surrounded by gravediggers as they attend a COVID-19 victim's funeral at the Nossa Senhora Aparecida cemetery in Manaus, Amazonas state, Brazil, on January 13, 2021, amid the novel coronavirus pandemic. - In Manaus there is a shortage of hospital beds as cases increased at an alarming rate. The city, with two million inhabitants, had already experienced nightmarish scenes in April and May, with mass graves and refrigerated trucks parked in front of hospitals to pile up the dead. But the situation is even worse in the beginning of 2021, since between January 1 and 11, at least 1,979 people were admitted to hospitals due to the virus, against 2,128 for the whole month of April, the worst since the start of the pandemic. (Photo by MICHAEL DANTAS / AFP) (Photo by MICHAEL DANTAS/AFP via Getty Images)
Coveiros trabalham no sepultamento de vítima de Covid-19 em Manaus, no Amazonas, no dia 13 de janeiro de 2021 (MICHAEL DANTAS/AFP via Getty Images)

O Brasil registrou 1.131 novas mortes pelo novo coronavírus e 67.758 casos da doença nesta quinta (14). Com isso, o total de mortos chegou a 207.095 e o de casos a 8.324.294, de acordo com o painel atualizado pelo Conass (Conselho Nacional dos Secretários de Saúde), um sistema próprio de informações que reúne dados de contaminados e de óbitos em contagem paralela à do governo.

Na quarta (13), o país tinha 205.964 mortes e 8.256.536 casos confirmados de Covid-19, de acordo com o conselho.

Leia também

Prezando pela confiabilidade nas informações, o Yahoo Brasil passou a adotar como padrão, desde 8 de junho, os dados estatísticos divulgados pelas secretarias estaduais de Saúde através do Conass, e não mais os números apresentados pelo Ministério da Saúde.

Os dados do Conass também viraram referência para o Congresso Nacional, que abandonou a contagem do Ministério da Saúde. A decisão foi anunciada pelo presidente do Senado, Davi Alcolumbre.