Corpo de Pelé descerá a serra com estrada aberta e 'cortejo improvisado'

Corpo de Pelé sairá por volta das 2h da manhã do Hospital Albert Einstein (Foto: Rafaela Cardos/LANCE!)


A Polícia Militar de São Paulo prepara uma grande operação para a realização do velório do Rei Pelé, que acontecerá entre segunda e terça-feira (2 e 3), na Vila Belmiro, em Santos. E isso inclui o translado do corpo, que está no Hospital Israelita Albert Einstein, na região do Morumbi, em São Paulo, até o estádio santista.

Existia a possibilidade de uma das rodovias que dá acesso da capital paulista até a Baixada Santista, Anchieta ou Imigrantes, ser bloqueada exclusivamente para o transporte do corpo, mas isso não vai ocorrer. Assim, Pelé será levado até Santos em um carro fechado, escoltado por um número grande de viaturas policiais - a quantidade, no entanto, não foi confirmada. A coordenação da operação tem sido feita pelo Comando de Policiamento do Interior 6, em consonância com a Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo.

+ Gols, títulos, prêmios e estatísticas: veja números da brilhante carreira do Rei Pelé

Os familiares que estiverem no hospital vão acompanhar a escolta. Há chances de fãs também seguirem o veículo, em uma espécie de cortejo improvisado.

Na terça-feira (3), após o fim da cerimônia de velório, haverá um cortejo oficial, onde o corpo de Pelé sairá da Vila Belmiro em direção à casa da mãe do ex-jogador, dona Celeste, no canal 6, e, posteriormente, ao cemitério Memorial Necrópole Ecumênica, onde o Rei do Futebol será sepultado. O percurso até os dois locais será feito pela orla da praia de Santos. A cerimônia de sepultamento vai ser reservada à família do Atleta do Século.

A tendência é que o cortejo que acontecerá após o velório seja em um carro do Corpo de Bombeiros. No entanto, em caso de chuva, o corpo de Pelé deve circular pela cidade santista em um carro comum. Inclusive, há resistência em parte da família do Rei em relação ao percurso ser feito em um carro dos bombeiros, por conta da exposição.

Pelé faleceu na última quinta-feira (29). O laudo da morte atestou que a causa foi falência múltipla de órgãos. O que foi decorrente de um câncer no cólon, região do intestino, que o Rei lutava desde o ano passado.