Coronavírus: São Paulo registra mais duas mortes por Covid-19

Yahoo Notícias
Duas outras mortes foram confirmadas pelo infectologista David Uip. (Foto: Governo do Estado de São Paulo/Flickr)
Duas outras mortes foram confirmadas pelo infectologista David Uip. (Foto: Governo do Estado de São Paulo/Flickr)

O coordenador do Centro de Contingência do Coronavírus de São Paulo, o infectologista David Uip, confirmou, nesta quarta-feira (18), a morte de mais dois pacientes com coronavírus no Estado. Ao todo, são três mortes confirmadas no Brasil, sendo a primeira na terça-feira (17), todas em São Paulo.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

E nos siga no Google News:

Yahoo Notícias | Yahoo Finanças | Yahoo Esportes | Yahoo Vida e Estilo

A confirmação dos dois novos óbitos também partiu da operadora de saúde Prevent Sênior, onde as vítimas estavam internadas. Uip confirmou as duas mortes por Covid-19 ao Jornal Hoje, da TV Globo. As novas mortes ainda não foram contabilizadas oficialmente nas contas da Secretaria de Saúde do Estado.

Leia também:

De acordo com a empresa, que é voltada para o público idoso, um dos pacientes tem 65 anos, com problemas de saúde anteriores, e outra de 80 anos sem comorbidade. Os dois estavam internados no hospital Sancta Maggiore, no Paraíso.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Em nota mais cedo, a Prevent informou que tem 36 pacientes com exames positivo para coronavírus.

O primeiro óbito foi registrado nesta terça-feira no mesmo hospital. Trata-se de um porteiro, de 62 anos. A vítima não tinha histórico de viagem, mas apresentava duas condições pré-existentes que o colocavam no grupo de risco da doença: diabetes e hipertensão.

A vítima confirmada teria apresentado os sintomas no dia 10 de março, dado entrada na internação no hospital particular no dia 14 de março e falecido nesta segunda (16).

CASOS

Os casos nacionais foram atualizados para 291, segundo o Ministério da Saúde, em coletiva feita na tarde de terça (17). Os estados que concentram mais casos são São Paulo, com 164 confirmações, e Rio de Janeiro, com 33 infectados confirmados pela Covid-19. Os dois estados também são os únicos a registrar transmissão comunitária - que ocorre quando não é mais possível saber a origem da infecção.

Enquanto isso, o número de casos suspeitos avançou para 8.819, crescimento de 6.755 na comparação com a véspera, diante de uma alteração na forma de checagem pelo ministério, que adotou uma classificação automatizada. Mais de 5.000 das suspeitas estão em São Paulo.

Além dos casos confirmados, o Ministério da Saúde contabilizava na terça-feira:

  • 8.819 casos suspeitos

  • 1.890 casos descartados

  • 28 pessoas estão hospitalizadas (10% do total)

A divulgação do Ministério da Saúde diz respeito aos casos confirmados que foram repassados para a pasta pelas secretarias de saúde dos Estados, até às 14h. A média de idade dos infectados no Brasil, segundo o Ministério da Saúde, é de 42 anos. Cerca de metade dos casos ocorreram em pacientes com menos de 40 anos - 144 casos.

Confira as tabelas:

IDADE

  • < 40 anos —————— 144 casos (50%)

  • 40-49 anos ————— 50 casos (17%)

  • 50-59 anos ————— 45 casos (16%)

  • 60-69 anos ————— 34 casos (12%)

  • > 69 anos —————— 12 casos (4%)

  • Não informado ——— 6 casos (2%)

SEXO

  • Feminino: 148 casos (51%)

  • Masculino: 142 casos (49%)

  • Não informado: 1 (0%)

Fonte: Ministério da Saúde

Leia também