Coronavírus: Chile estima que possa chegar a 40 mil casos até 1º de abril

Yahoo Notícias
Foto: AP Photo/Esteban Felix
Foto: AP Photo/Esteban Felix

O ministro da Saúde do Chile, Jaime Mañalich, afirmou que, em duas semanas, o número de infectados pelo COVID-19 no país pode chegar a 40 mil. Em entrevista ao canal 24 Horas ele garantiu, no entanto, que o país está preparado para esse aumento exponencial. 

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

“Nós, do ministério da Saúde, estamos nos preparando para um número ainda maior que esse”, disse Mañalich sobre a estimativa de atingir 40 mil casos em duas semanas. 

Leia também:

Mañalich explicou que a maioria dos casos no país são leves e chegou a citar um exemplo em que um jovem chegou a ser internado e já recebeu alta. Atualmente, 4 pessoas estão hospitalizadas com a doença, segundo o ministro, e duas estão em estado grave. 

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Apesar de o país já estar na fase 4, quando há transmissão local, o ministro da Saúde afirma que grande parte dos que tem o coronavírus são de classe social alta e foram a Europa. 

Até a noite de segunda-feira, era 156 casos registrados da doença e nenhuma morte. 

O ministro confirmou a possibilidade de que Santiago, capital do país, possa viver uma quarentena. Na quarta-feira, 18, as fronteiras do país serão fechadas e, desde segunda-feira, as instituições de ensino estão fechadas por duas semanas. 

Segundo Mañalich, o Chile não está na situação de Espanha e Itália, mas também não lida tão bem com a situação como na Coreia do Sul. 

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook e Twitter e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Leia também