Coronavírus: Bolsonaro quer reabrir escolas, mas fechamento é adotado por 157 países

Yahoo Notícias
(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

No polêmico discurso que fez na terça-feira sobre o combate ao novo coronavírus, o presidente Jair Bolsonaro falou que vai defender a reabertura de escolas. 

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

A medida de fechar escolas, porém, tem sido adotada pela maioria dos países neste momento de pandemia, de acordo com a Unesco. Mais precisamente, 157 países.

Leia também

O órgão da ONU estima que 1,4 bilhão de alunos foram afetados por causa da covil-19 - cerca de 82,5% dos estudantes do planeta.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

De acordo com a Unesco, EUA, Indonésia, Fiji, Filipinas estão com partes das escolas funcionando. Na Suécia, escolas infantis estão autorizadas a funcionar, mas muitas não abriram.

Na América, Nicarágua, Haiti, Suriname e Guiana Francesa estão com escolas abertas.

Vale lembrar que crianças e adolescentes não estão no grupo de risco da covil-19, mas podem virar transmissores da doença.

A Austrália é um dos poucos países com um alto número de casos (mais de 2 mil) que ainda mantém todas as escolas abertas.

Leia também