Coronavírus: Bolsonaro quer declarar estado de calamidade pública

Yahoo Notícias
BRASILIA, BRAZIL - MARCH 17: Brazilian President Jair Bolsonaro speaks with press before meet with supporters amid the COVID-19 outbreak (COVID - 19) at the Palacio do Alvorada March, 17, 2020 in Brasilia, Brazil. Bolsonaro has already done two tests for COVID-19, the first was negative and now awaits the result of the second. The examinations were done after a scare over a trip on which at least one member of his staff came back positive and was in contact with US President Donald Trump. (Photo by Andressa Anholete / Getty Images)
BRASILIA, BRAZIL - MARCH 17: Brazilian President Jair Bolsonaro speaks with press before meet with supporters amid the COVID-19 outbreak (COVID - 19) at the Palacio do Alvorada March, 17, 2020 in Brasilia, Brazil. Bolsonaro has already done two tests for COVID-19, the first was negative and now awaits the result of the second. The examinations were done after a scare over a trip on which at least one member of his staff came back positive and was in contact with US President Donald Trump. (Photo by Andressa Anholete / Getty Images)

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) enviará para o Congresso um pedido para que seja reconhecido Estado de Calamidade Pública até o dia 31 de dezembro de 2020. A medida, que partiu do Ministério da Economia, precisa ser aprovada pelo Congresso Nacional.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

A decisão foi anunciada através de uma nota publicada pela Secretaria Especial de Comunicação Social na noite desta terça (17).

Leia também:

Caso o estado de calamidade seja aprovado, o governo não precisará cumprir metas de resultado estabelecidadas para o ano e não deverá bloquear recursos para o combate da pandemia do coronavírus.

Leia a íntegra da nota:

"Em virtude do monitoramento permanente da pandemia Covid-19, da necessidade de elevação dos gastos públicos para proteger a saúde e os empregos dos brasileiros e da perspectiva de queda de arrecadação, o Governo Federal solicitará ao Congresso Nacional o reconhecimento de Estado de Calamidade Pública. A medida terá efeito até 31 de dezembro de 2020.

O reconhecimento do estado de calamidade pública tem suporte no disposto no art. 65 da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) o qual dispensa a União do atingimento da meta de resultado fiscal prevista na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e, em consequência, da limitação de empenho prevista na LRF.

O Governo Federal reafirma seu compromisso com as reformas estruturais necessárias para a transformação do Estado brasileiro, para manutenção do teto de gastos como âncora de um regime fiscal que assegure a confiança e os investimentos para recuperação de nossa dinâmica de crescimento sustentável.

Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República"

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Leia também