Coronavírus: Maracanã, Gávea e Maracanãzinho são disponibilizados pelo Flamengo


O Flamengo tomou uma iniciativa louvável neste sábado. O clube informou que o espaço do Maracanã, e os ginásios da Gávea e do Maracanãzinho passam a estar disponíveis ao Governo do Estado do Rio de Janeiro e à Prefeitura da cidade para colaborar no combate ao novo coronavírus.

- O Clube de Regatas do Flamengo informa que colocou à disposição do Governo do Estado do Rio de Janeiro e da Prefeitura o Ginásio Hélio Maurício (por conta da proximidade ao Hospital Miguel Couto), na Gávea, para o combate ao coronavírus. O Clube também está à disposição para ajudar em qualquer ação projetada para o complexo Maracanã/Maracanãzinho, pertencente ao Estado e hoje administrado por Flamengo e Fluminense - informou o clube, através de sua assessoria de imprensa.

Como citado pelo Rubro-Negro, o Ginásio Hélio Maurício, caso seja utilizado para fins contra a COVID-19, será estratégico por conta da proximidade ao Hospital Miguel Couto, a cerca de cinco minutos (de carro) da sede do clube.

Quanto ao complexo Maracanã/Maracanãzinho, o quadro de funcionários está reduzido, por conta das orientações do Ministério da Saúde em relação à relevância da quarentena neste período.

O Flamengo, desde o início desta semana, paralisou todas as atividades, tanto na Gávea, quanto no Ninho do Urubu. Ainda não há previsão de volta à rotina.









Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também