Cormier revela estratégia contra Johnson: "Atenção nos primeiros 7 minutos"

Cormier e Johnson farão a luta principal do UFC 2010 - Reprodução/Instagram

Marcado para o próximo dia 8 de abril, o UFC 210 colocará novamente os americano Daniel Cormier e Anthony Johnson frente a frente no octógono mais famoso do mundo. O duelo válido pelo cinturão dos meio-pesados (93 kg) é uma revanche do encontro protagonizado em maio de 2015, quando DC levou a melhor e finalizou seu oponente no terceiro assalto. Ou seja, os dois atletas se conhecem muito bem.

E é tomando como base essa primeira experiência dentro do cage com o seu próximo desafiante que o campeão já montou a sua estratégia para o confronto. Dono de um poder de nocaute arrasador, Johnson é temido principalmente no início de seus combates – foi dessa forma que ele venceu Ryan Bader e Glover Teixeira ainda no primeiro round. Sabendo disso, Cormier alerta para segurar o jogo nos primeiros minutos e aos poucos ir implementando o seu estilo.

“Eu tenho que me cuidar nos primeiros sete minutos, porque a verdade é que pude o sentir por 14 minutos e sei a diferença no seu poder do minuto um, quando ele me acertou, para o minuto 13. Então eu posso me basear naquela experiência. Senti ele no minuto 13 e ele cedeu. Ele continua com muito poder, mas não é o mesmo poder explosivo do primeiro, segundo, terceiro… do primeiro round. Tenho que estar pronto desde o início da luta, sendo muito consciente e tendo certeza que estou implementando o meu plano de jogo desde o começo até o fim da luta”, afirmou DC, revelando sua tática.

A derrota para Cormier foi a única na carreira de Johnson nos últimos 13 combates que ele fez profissionalmente. Após esse revés, aliás, ‘Rumble’ entrou no octógono três vezes e nocauteou seus adversários em todas essas ocasiões – dois no primeiro round e um no segundo. Isso fez o campeão admitir que o momento do seu rival é melhor do que quando ele mesmo enfrentou no passado.

“Eu prevejo uma versão muito melhor do que o Rumble que eu enfrentei na última vez. Um cara que trabalhou nas áreas que ele lutou. Um cara que está vindo com confiança e está vindo na tentativa de finalizar a luta. Sinto como se nós tivéssemos treinado para a melhor versão dele. Sinto como si tivéssemos coberto todas nossas bases. […] Trabalhamos em todas as facetas para melhorar o nosso jogo”, concluiu.

O UFC 210 acontecerá em Nova York e também conta com brasileiros no card. Thiago ‘Pitbull’ enfrenta Patrick Côté na divisão dos meio-médios (77 kg) e Charles ‘Do Bronx’ terá pela frente Will Brooks na categoria dos leves (70 kg).