Coritiba recebe o Cianorte precisando reverter vantagem adversária

Precisando reverter a derrota sofrida no último final de semana, o Coritiba recebe neste domingo, às 16 horas (de Brasília), o Cianorte, no Couto Pereira, pelas semifinais do Campeonato Paranaense 2017. No jogo de ida, vitória do Leão do Vale por 1 a 0, que dá ao time do interior a vantagem do empate.

Para partida, o técnico Pachequinho deve poder contar com os retornos do volante Alan Santos, sentiu um desconforto muscular, e o atacante Neto Berola, recuperado de dores no tornozelo. Em compensação, o volante Matheus Galdezani ainda deve ser poupado devido à lesão no joelho. A boa notícia é a volta do atacante Kléber que cumpriu suspensão automática.

O Gladiador, entretanto, alerta que mesmo em casa a tendência é ter uma tarefa dura pela frente, já que o adversário vem embalado, mas a missão é importante para ano alviverde. “Vamos enfrentar um time que está encaixadinho, que joga do seu jeito, às vezes por uma bola e que vai buscar resultados, mas temos a consciência do nosso papel, de que nosso calendário está sem a Copa do Brasil, sem a Sul-americana e que vencer o título pode nos trazer o torcedor para começar bem também o Brasileiro”, avaliou.

Após um ano de redenção, quando disputou a Divisão de Acesso e conseguiu retornar à primeira divisão, o Cianorte surpreendeu com uma campanha bastante regular, fazendo frente inclusive aos times da capital. O próprio Coxa, por exemplo, perdeu os dois jogos que disputou. Agora, o técnico Marcelo Caranhato tem a difícil missão de conter os ânimos e, ao mesmo tempo, fazer o time manter a mesma pegada para aproveitar a pequena, mas importante vantagem que conquistou.

FICHA TÉCNICA

CORITIBA X CIANORTE

Local: estádio Major Antônio Couto Pereira, em Curitiba (PR)

Data: 23 de abril de 2017, domingo

Horário: 16 horas (de Brasília)

Árbitro: Leonardo Sigari Zanon

Assistentes Bruno Boschilla e Luiz Henrique de Souza Santos Renesto

CORITIBA: Wilson; Dodô, Walisson Maia, Werley, William Matheus; Edinho, Alan Santos, Anderson, Tiago Real; Kleber e Henrique Almeida

Técnico: Pachequinho

CIANORTE: João Gabriel; Jackson (Gabriel Ganzer), Breno, Maurício e Davi Luis; Jovany, Eduardinho, Léo Gago e Xavier (Max); Vinícius e Lucas Pará (Gerônimo)

Técnico: Marcelo Caranhato