Coritiba desencanta no segundo tempo, vence o Operário-PR e mantém liderança da Série B

·4 min de leitura


Vivendo situações opostas no Campeonato Brasileiro da Série B, Coritiba e Operário-PR só miravam a vitória antes da bola rolar na noite desta quarta-feira, no estádio Couto Pereira, pela 33ª rodada. Após um primeiro tempo equilibrado, o Coxa não tomou conhecimento do adversário e conseguiu abrir 3 a 0 logo de cara na etapa final, porém viu os visitantes descontarem em seguida, fechando o marcador em 3 a 1.

Com o resultado, a equipe comandada por Gustavo Morínigo chegou aos 61 pontos, mantendo-se na liderança e secando para que o Botafogo não se aproxime na classificação. Já o time comandado por Ricardo Catalá, por conta do revés, estacionou na 12ª posição com seus 41 pontos, ficando apenas 3 de distância do Londrina, hoje abrindo o Z4 com 38 pontos.

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

Início de jogo equilibrado

Apesar de jogar longe de seus domínios, a equipe do Operário-PR, logo nos primeiros minutos, tratou de ir para cima do Coritiba. Em duas grandes oportunidades, chegou a oferecer perigo ao goleiro Wilson nas finalizações de Thomaz e Rafael Longuine, quase tirando o zero do placar no Couto Pereira.

Entretanto, o Coxa não deixou barato e devolveu na mesma moeda. Desta vez, Waguininho e Rafinha foram os que arriscaram para tentar surpreender Thiago Braga, mas em ambas a bola acabou indo para fora para alívio do camisa 1.

Lá e cá

Mesmo com o tempo passando, o panorama do confronto praticamente manteve-se igual. Até meados dos 30 minutos, os dois times alternavam ataques, conseguindo criar boas jogadas, arriscando chutes de fora ou próximo da grande área, deixando os respectivos sistemas defensivos atentos a cada chegada.


Já na reta final, os donos da casa até conseguiram marcar o primeiro. Aos 38, após Thiago Braga dar rebote na cabeçada de Léo Gamalho, Henrique conseguiu mandar para o fundo das redes, porém a arbitragem acabou anulando o tento com auxílio do VAR.

Coritiba abre boa vantagem no início do segundo tempo

Com Ricardo Catalá apostando na entrada de Rodrigo Pimpão no lugar de Rafael Longuine, a equipe de Gustavo Morínigo não quis saber do adversário crescer e foi para cima. Sendo assim, aos 2 minutos, após escanteio cobrado por Igor Paixão, Luciano Castán conseguiu desviar a bola que ainda tocou na trave antes de entrar.

Embalado pelo gol, o Coxa voltou a marcar minutos depois. Aos 6, Rafael Gamalho, depois de receber um bom passe de Rafinha, acionou Waguininho que bateu cruzado para aumentar o placar na capital paranaense.

Artilheiro do Coxa deixa o dele, mas visitantes descontam

Mesmo mais tranquilos na partida, os donos da casa não queriam saber de tirar o pé do acelerador. Com isso, aos 11, após receber de costas, Waguininho conseguiu ajeitar para Léo Gamalho que mandou o arremate para balançar a rede fazendo 3 a 0.

Com larga vantagem no placar, o Operário-PR tentou não desanimar. Minutos depois, aos 18, encontrou seu gol com Felipe Garcia, aproveitando desvio de Paulo Sérgio e cabeceando no contrapé de Wilson.

Fantasma ensaia reação, mas sem sucesso

Descontando no placar, o time de Ponta Grossa não desistia e mirava uma reação histórica. Até meados dos 35, após algumas alterações de ambos os lados, o Coxa recuou um pouco em seu campo de defesa esperando o adversário, mas o goleiro Wilson mostrou que não estava disposto a sofrer mais gols mostrando serviço em finalizações como as de Renier e Alan.

Até a reta final, contando com os acréscimos dado pelo árbitro, o Operário continuou indo para cima. Entretanto, mesmo demonstrando vontade, pouco conseguiu ameaçar os mandantes que apenas administraram o resultado até o apito final, com direito a festa da torcida nas arquibancadas do Couto Pereira.


FICHA TÉCNICA
CORITIBA 3x1 OPERÁRIO-PR


Data e horário: 03/11/2021, às 18h30 (de Brasília)
​Local: Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR)
Árbitro: Antônio Dib Moraes de Sousa (CBF-PI)
Assistentes: Rogério de Oliveira Braga (CBF-PI) e Márcio Iglésias Araújo Silva (CBF-PI)
VAR: Adriano Milczvski (CBF-PR)

Cartões Amarelos: Felipe Garcia, 30'/1ºT; Leandro Vilela, 37'/1ºT; Natanael, 44'/1ºT; Waguininho, aos 27'/2ºT

Gols: Leandro Castán 2'/2ºT (1-0); Waguininho, 6'/2ºT (2-0); Léo Gamalho, 11'/2ºT (3-0); Felipe Garcia, 18'/2ºT (3-1)

CORITIBA: Wilson; Natanael (Matheus Alexandre, aos 39'/2ºT), Henrique, Luciano Castán e Guilherme Biro; Willian Farias, Matheus Sales (Gustavo Bochecha, aos 19'/2ºT) e Waguininho (Guilherme Azevedo, aos 39'/2ºT); Rafinha (Robinho, aos 19'/2ºT), Igor Paixão (João Vitor, aos 43'/2ºT) e Léo Gamalho.
(Técnico: Gustavo Morínigo)

OPERÁRIO-PR: Thiago Braga; Lucas Mendes, Fábio Alemão, Reniê e Odivan (Guedes, aos 25'/2ºT); Leandro Vilela (Rafael Chorão, aos 31'/2ºT), Marcelo e Rafael Longuine (Rodrigo Pimpão, no intervalo); Felipe Garcia (Alan, aos 32'/2ºT), Thomaz e Paulo Sérgio (Gustavo Coutinho, aos 44'/2ºT).
(Técnico: Ricardo Catalá)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos