Coritiba confirma boa fase e bate o Rio Branco

Fechando a décima rodada do Campeonato Paranaense 2017, o Coritiba bateu o Rio Branco por 2 a 1, no estádio Couto Pereira, e garantiu sua posição entre os quatro primeiros colocados para a próxima fase da competição. Com o resultado, o Alviverde chegou aos 20 pontos, na vice-liderança, enquanto o Leão da Estradinha, com oito pontos, vai para a última rodada lutando contra o rebaixamento.

Depois de encontrar uma forte marcação nos 45 minutos iniciais, o Coxa conseguiu abrir o placar apenas aos 10 minutos da etapa final, com Alan Santos, desviando de cabeça cobrança de falta de Tiago Real. Aos 18 minutos, Léo Santos fez o segundo. Julinho descontou nos acréscimos.

Na próxima rodada, o Coritiba enfrenta o Londrina, quarta-feira, no estádio do Café, no norte do Estado. Já o Rio Branco encara o Foz do Iguaçu, no mesmo dia, na Estradinha.

O jogo – O Alviverde começou a partida tentando mostrar suas arma e, aos quatro minutos, Neto Berola chegou pelo lado esquerdo, tirou o zagueiro e bateu forte, pela linha de fundo, com perigo. Aos sete minutos, foi a vez de Rodrigo Ramos receber e finalizar torto, totalmente e sem direção.

O Leão se segurava na defesa e, aos poucos tentava sair para o jogo. Aos 18 minutos, cruzamento de Oberdan e Eric testou para fora. Aos 23 minutos, um lance perigoso no Alto da Glória. Kléber tentou uma bicicleta e acertou a cabeça de Maringá, que ficou o chão. Cruzamento para Minho, aos 28 minutos, mas o jogador cochilou e perdeu a bola para Alan Santos.

O troco alviverde veio aos 29 minutos, com William Matheus, que passou como quis pela defesa e levantou para testada de Kléber, que parou em Dalton. Do outro lado, aos 31, Rafael Tavares apareceu na área coxa-branca e desviou de cabeça, por cima da meta.

Para a segunda etapa, o Coxa voltou com duas alterações, com Tiago Real e Leo Santos nos lugares de Edinho e Neto Berola. Aos dois minutos, Kléber recebeu de frente para o gol, engatilhou o chute, mas Maringá se jogou na frente para impedir o arremate. O Coritiba apertava, mas não conseguia finalizar. Até que, aos 10 minutos, Alan Santos aproveitou cobrança de falta de Tiago Real e cabeceou no ângulo para abrir o placar.

O gol e as mudanças do técnico Pachequinho arrumaram o Alviverde, que aos 18 minutos, recebeu livre de marcação, dominou, escolheu o canto e ampliou a vantagem. O terceiro só não saiu aos 28 minutos porque Kléber, cara a cara com o goleiro, conseguiu mandar para fora. Aos 34 minutos, Kady cobrou falta e a bola passou à esquerda do gol. Em uma noite ruim, o Gladiador perdeu mais um, aos 39 minutos, desperdiçando rebote do goleiro. Por sorte, não fez falta, já que Juninho, nos acréscimos, descontou.

PSTC é o primeiro rebaixado – Na fronteira, ficou definido o primeiro rebaixado do Estadual. O PSTC perdeu para o Foz do Iguaçu, por 4 a 2, no estádio ABC. Com cinco pontos ganhos, a equipe de Cornélio Procópio não consegue mais sair da zona da degola. O Azulão, por sua vez, pulou para a oitava colocação e respira faltando apenas uma rodada para o fim da primeira fase.

CORITIBA 2 X 1 RIO BRANCO

Local: Estádio Major Antônio Couto Pereira, em Curitiba (PR)

Data: : 26 de março de 2017, domingo

Horário: : 19h30 (de Brasília)

Árbitro: : Fábio Marcos Zoccante

Assistentes: Maurício Jose Braga e Daniel Carvalho

Cartões amarelos: Kléber, William Matheus, Rodrigo Ramos (Coritiba); Thiago Pedra, Ruan (Rio Branco)

Gols

CORITIBA: Alan Santos, aos 10 minutos e Léo Santos, aos 18 minutos do segundo tempo

RIO BRANCO: Juninho, aos 46 minutos do segundo tempo

CORITIBA: Wilson; Rodrigo Ramos, Walisson Maia, Márcio e William Matheus; Edinho (Tiago Real), Alan Santos, Anderson e Iago Dias (Kady); Neto Berola (Leo Santos) e Kleber

.Técnico: Pachequinho

RIO BRANCO: Dalton, Raul, Ramon, Leandro e Maringá; Tiago Pedra (Ruan), Oberdan (Thiago Santos), Rafael Tavares e Camargo; Minho e Eric

Técnico: Saulo de Freitas