Corintianos culpam “detalhes” e “desatenção” após quarto jogo sem vencer

Os jogadores do Corinthians deixaram o gramado nesta quinta-feira praticamente incrédulos com o gol de empate do Red Bull, já nos acréscimos, sendo que o adversário tinha um jogador a menos desde a metade do segundo tempo. Quase herói da vitória, o volante Maycon foi o que mais tentou explicar o lance, mas nem ele foi capaz de convencer sobre os motivos do 1 a 1 ter estragado seu gol de falta.

“Olha, é complicado, a gente fica um pouco chateado, mas são coisas que podem acontecer no futebol. Claro que a gente não gostaria de ter tomado esse gol, mas são uns detalhes que a gente precisa ajeitar para conquistar algumas coisas nessa temporada. Precisamos só ficar atento a esses detalhes para voltar a sair com as vitórias”, disse o meio-campista, com uma visão semelhante à de Pedrinho, outro destaque do Timão no empate.

“Estraga um pouquinho (tomar o empate), né? Não tem como não estragar. A gente esperava sair com a vitória, foi um sonho se realizando para mim, uma estreia que eu tanto queria, aqui dentro de casa. Fica a lição para os próximos jogos, para encerrar essa sequência aí sem fazer gol”, avaliou o jovem de 18 anos, que ainda quase deu um passe para o gol de Jô, mas o centroavante acabou desperdiçando a oportunidade.

“Eu fiquei olhando e torcendo: ‘me consagra, me consagra’. Mas ele acabou errando, infelizmente. Seria um belo passe para gol”, contou o armador, ainda sem “moral” para cobrar o erro do companheiro. “Não, não, nem falei com ele sobre o lance, só fiquei torcendo ali na hora mesmo. Vamos só trabalhar agora para que o time volte a conseguir a vitória”, disse a revelação, ovacionada em Itaquera.

Para o goleiro Cássio, o Timão era até merecedor da vitória, apesar de ter sofrido forte pressão do rival, com quatro bolas na sua trave. De acordo com o arqueiro, que deixou o campo mostrando certa incredulidade com o quarto jogo sem vitória, o volume de jogo dos alvinegros foi maior.

“Acho que merecíamos a vitória. Tivemos um deslize no final e custou o empate. Tomamos o gol en ão conseguimos a vitória. Tivemos volume de jogo, oportunidades. A cobrança é sempre de vitória em casa. Numa desatenção no final, que não pode acontecer, tomamos o gol de empate”, concluiu.