Corinthians vence Palmeiras e chega à final do Brasileirão Feminino

LANCE!
·3 minuto de leitura


O time feminino do Corinthians jogou bem, venceu o Derby contra o Palmeiras por 3 a 0 e se classificou para a final do Campeonato Brasileiro. No jogo de ida, disputado no Allianz Parque, as equipes empataram sem gols. Agora, o Corinthians está na final e medirá forças com o Avaí/Kindermann, que eliminou o São Paulo na outra semifinal.

Esse foi o terceiro confronto entre os times no ano e a segunda vez que as equipes se enfrentam em uma semifinal oficial. A primeira foi em 2001, quando as Palestrinas passaram pelas rivais por 4 a 1 e terminaram a campanha com o título do Paulistão.

BOLA AÉREA SALVADORA
A equipe da casa tomou as rédeas do jogo e pressionou nos minutos inicias, buscando na maioria das vezes Crivelari e Tamires, as mais criativas do time.

A primeira grande oportunidade veio aos 15 minutos, nos pés de Crivellari. Após escanteio, ela desviou com o pé direito, mas passou por cima do gol de Vivi. Aos 20, Yasmin cobrou falta na trave.

As visitantes se fechavam na defesa e tentavam sair no contra-ataque ou exploravam as bolas paradas cobradas pela capitã Bianca. Aos 22, a defesa alviverde cedeu. Andressinha cobrou escanteio aberto e a zagueira Poliana subiu muito bem, testando firme e marcando seu primeiro gol para o Corinthians no ano.

As palmeirenses mudaram a postura e saíram ao ataque, equilibrando a partida. No entanto, era o Corinthians quem chegava com mais perigo.

DESGASTE PESA E CORINTHIANS NÃO PERDOA

Precisando do empate para levar a partida para as penalidades, Ricardo Belli colocou Karla Nunes para dar mais volume ofensivo ao Alviverde. Aos 14, ele teve um chute bloqueado por Érika.

Se o Palmeiras passava a ocupar mais o campo de ataque, o Corinthians acabou diminuindo o ritmo, chamando as adversárias ao seu campo. Aos 34, o Timão teve a chance de fazer o segundo. Vic cruzou na área, mas Gabi Portilho chutou por cima do gol.

Desse momento em diante, o Palmeiras foi quase todo ao ataque em busca do empate, mas as jogadoras estavam desgastadas. Aos 44, Juliete, que tinha acabado de entrar, fez o segundo do Timão, mas ela estava em posição irregular e o gol foi corretamente anulado.

O Corinthians, superior fisicamente no final da partida, fez dois gols nos acréscimos e carimbou a vaga no final. Ingryd, em cobrança espetacular de escanteio, anotou um gol olímpico. Minutos depois, o chute desviado de Diany deu números finais ao duelo.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 3 X 0 PALMEIRAS

Data: 16 de Novembro de 2020
Horário: 19h (de Brasília)
Local: Neo Química Arena, em São Paulo-SP
Árbitro: Vinicius Furlan-SP
Assistentes: Neuza Ines Back, Daniel Paulo Ziolli e João Vitor Gobi
VAR: Marcio Henrique de Gois

GOLS: Poliana (22'/1ºT), Ingryd (47'/2ºT) e Diany (49'/2ºT)

CARTÕES AMARELOS: Lelê (27'/2ºT) e Gabi Portilho (27'/2ºT)

CORINTHIANS
Lelê; Kaituscia, Poliana, Érika e Yasmin; Gabi Zanotti (Diany,42'/2ºT), Andressinha e Grazi (Gabi Portilho,18'/2ºT); Giovanna Crivelari (Vic Albuquerque,30'/2ºT), Tamires (Ingryd,30'/2ºT) e Adriana (Juliete,42'/2ºT). Técnico: Arthur Elias

PALMEIRAS
Vivi, Agustina, Thaís Ferreira, Vitória, Nicoly (Karla Alves, intervalo); Maressa (Lurdinha,21'/2ºT), Angelina, Ary Borges, Camilinha (Rosana,36'/2ºT), Carla Nunes (Ottilia,41'/2ºT) e Bianca. Técnico: Ricardo Belli