Corinthians vence o Botafogo e se aproxima do G6 no Brasileirão

LANCE!
·4 minuto de leitura
RJ - Rio de Janeiro - 27/12/2020 - BRASILEIRO A 2020, BOTAFOGO X CORINTHIAS - Cazares jogador do Corinthians comemora seu gol com Otero jogador da sua equipe durante partida contra o Botafogo no estadio Engenhao pelo campeonato Brasileiro A 2020. Foto: Thiago Ribeiro/AGIF
RJ - Rio de Janeiro - 27/12/2020 - BRASILEIRO A 2020, BOTAFOGO X CORINTHIAS - Cazares jogador do Corinthians comemora seu gol com Otero jogador da sua equipe durante partida contra o Botafogo no estadio Engenhao pelo campeonato Brasileiro A 2020. Foto: Thiago Ribeiro/AGIF

O Corinthians entrou, de fato, na briga pelo G6 do Campeonato Brasileiro. O Timão foi até o Estádio Nilton Santos e derrotou o Botafogo por 2 a 0 neste domingo, em partida válida pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. Juan Cazares, com o primeiro gol pela equipe paulista, e Mateus Vital marcaram os gols do duelo.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Esportes no Google News

Com a vitória, o Corinthians chegou a 39 pontos e subiu para a 8ª colocação. O Palmeiras, que ainda joga na rodada, é o sexto colocado, com 41. O Timão se aproxima de vez da zona de classificação por uma vaga na próxima Taça Libertadores.

O Botafogo, por outro lado, segue o drama contra a zona de rebaixamento. A equipe continua com 23 pontos, na 19ª colocação, e vê o Bahia, primeiro time fora do Z4, com cinco pontos de diferença. A "boa notícia" é que nenhum dos concorrentes na degola venceram as respectivas partidas na rodada - com exceção do Goiás.

Leia também:

As equipes, agora, pensam em 2021. O Botafogo volta aos gramados no dia 6 de janeiro, uma quarta-feira, para enfrentar o Athletico Paranaense no Estádio Nilton Santos, às 19h15, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Corinthians entra em campo no mesmo dia, mas às 21h30, no clássico diante do Palmeiras, no Allianz Parque.

EQUILÍBRIO, PRESSÃO E PASSES ERRADOS
​O Botafogo tirou um suspiro de qualquer torcedor do Corinthians logo nos primeiros segundos de jogo. Em uma jogada ensaiada no toque inicial, o Glorioso chegou rápido à meta corinthiana, mas a finalização de Warley foi ruim, passando no lado da trave.

Com exceção deste lance, a primeira parte da etapa inicial foi marcada pela pressão das duas equipes em busca da recuperação da posse de bola. Com poucos chutões, os times tentavam criar a partir do chão e isto, por consequência, gerou muitos erros de passe. Era um jogo de recuperação e trocas de posse a todo instante, mas sem chances reais de gol.

O PRIMEIRO A GENTE NÃO ESQUECE!
Diante de um jogo de pressão, o primeiro gol da partida nasceu justamente em uma jogada de recuperação da posse no campo de ataque. Cazares roubou a bola no meio-campo, chegou primeiro que Benevenuto, tocou para Gustavo Silva no lado do campo e o ponta cruzou na medida para o equatoriano cabecear e balançar as redes pela primeira vez como jogador do Corinthians.

Depois do tento, o Timão foi superior no decorrer do primeiro tempo, controlando os espaços e sem deixar o Botafogo, com dificuldade de criação, avançar. Desta forma, os comandados de Vagner Mancini foram para os vestiários com a vantagem mínima no placar.

BOTAFOGO TENTA REAGIR
Pressionado pela zona de rebaixamento, Eduardo Barroca promoveu duas alterações logo no intervalo: Matheus Babi e Kalou nos lugares de Warley e Victor Luís, mudando o ataque. O time, contudo, não evoluiu, continuando com o problema de criação, falta de velocidade e poucos toques no campo de ataque.

A equipe melhorou apenas com a entrada de Alexander Lecaros, justamente uma opção de velocidade. Nas costas de Fábio Santos, o peruano foi uma opção de velocidade que incomodou a defesa do Corinthians, mas ainda sem criar uma oportunidade efetiva de gol.

PRESSÃO EM BUSCA DO EMPATE, MAS TIMÃO DÁ NÚMEROS FINAIS
Com novas alterações ofensivas, o Botafogo foi para um "abafa" na reta final da partida. Com bolas alçadas na direção da área, o Glorioso tentou assustar o Corinthians, que não deu chance para o azar, reforçando o sistema defensivo e segurando a pressão dos mandantes nos minutos finais.

O Timão, inclusive, conseguiu prender a bola no campo ofensivo ainda nos acréscimos, tendo Léo Natel e Mateus Vital sendo acionados pelos lados do campo. No fim, o camisa 22 dominou no lado esquerdo da área, driblou Benevenuto e colocou no fundo das redes, deixando o Corinthians cada vez mais perto do G6 do Brasileirão.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO x CORINTHIANS

Data/Horário: 27/12/2020, às 16h
​Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (SC)
Assistentes: Alex dos Santos (SC) e Éder Alexandre (SC)
Árbitro de vídeo: Wagner Reway (PB)
Gramado: Regular
Cartões amarelos: Éber Bessa (BOT); Ramiro (COR)
Cartões vermelhos: -

Gols: Cazares (0-1, 35'/1ºT); Mateus Vital (0-2, 49'/2ºT)

BOTAFOGO: Diego Cavalieri; Kevin, Marcelo Benevenuto, Kanu, Rafael Forster (Rhuan 33'/2ºT); Zé Welison (Lecaros 13'/2ºT), Caio Alexandre, Cícero (Éber Bessa 24'/2ºT); Warley (Matheus Babi/Intervalo), Pedro Raul, Victor Luís (Kalou/Intervalo). Técnico: Eduardo Barroca.

CORINTHIANS: Walter; Fagner, Jemerson, Gil, Fábio Santos; Ramiro (Xavier 33'/2ºT), Gabriel; Otero (Mateus Vital 24'/2ºT), Cazares (Marllon 39'/2ºT), Gustavo Silva (Léo Natel 24'/2ºT); Jô (Lucas Piton 33'/2ºT). Técnico: Vagner Mancini.

Siga o Yahoo Esportes no Instagram, Facebook e Twitter

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos