Corinthians vê prazo 'apertar' para a chegada de Roger Guedes; entenda

·2 minuto de leitura


O torcedor do Corinthians não aguenta mais de ansiedade por conta da possível contratação de Roger Guedes, mas pelo menos ele pode colocar um prazo na cabeça. Isso porque estamos perto do fim do mês e, com ele, teremos o fechamento da janela de transferências internacionais. A pouco mais de dez dias dessa data, o Timão já vê o tempo apertar para a chegada do reforço.

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão-2021 clicando aqui

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

GALERIA
> Relembre a estreia de grandes jogadores do Corinthians na última década

Neste momento, o estafe de Roger segue buscando uma rescisão contratual junto ao Shandong Luneng, da China. Disposto a voltar para o Brasil nesta temporada, o jogador tem um acordo apalavrado com o Alvinegro há algum tempo e tem o desejo de defender a camisa corintiana, como o próprio Duilio Monteiro Alves já comentou em entrevista na última terça-feira.

Acontece que o Corinthians está de mão atadas nesta fase do negócio, uma vez que a contratação será concretizada apenas se Roger Guedes ficar livre no mercado. Todos os envolvidos nas tratativas sabem que o Timão não está disposto a desembolsar uma compensação financeira para os chineses, que continuam fazendo jogo duro e irão manter a postura até o fim das conversas.

Ao mesmo tempo, o Alvinegro começa a ficar apreensivo em relação ao calendário. Quando a possibilidade de o atacante reforçar o Corinthians chegou na mesa dos dirigentes, a pressa não era um elemento da negociação, mas conforme o tempo foi passando e a complexidade aumentado, isso passou a preocupar não só o clube, mas também os agentes do atleta.

O motivo é o seguinte: no dia 30 de agosto será o último dia para que clubes brasileiros possam contratar jogadores que venham de clubes estrangeiros. Se Roger Guedes não conseguir sua liberação antes desse prazo, ele não poderá atuar pelo Corinthians ou por outro clube brasileiro em 2021. Portanto, restam 12 dias para que as tratativas com os chineses sejam concluídas.

Apesar de o prazo para inscrições no Brasileirão ser dia 24 de setembro, o atacante não poderia ser registrado e precisaria aguardar a próxima janela de transferências para poder ter sua situação regularizada, ou seja, a contratação ficaria válida apenas para a temporada 2022, a partir do Campeonato Paulista.

Mesmo com a apreensão por conta do calendário, o otimismo segue em ambas as partes, que confiam em um desfecho positivo antes do prazo. O discurso do Corinthians, no entanto, segue de muita cautela, já que, de fato, se não houver liberação, não haverá contratação. Então todo cuidado é pouco para não se precipitar nesse tipo de negociação. Esperemos os próximos capítulos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos