“Corinthians se parece mais com o Boca, e o Flamengo com o River”, compara Boselli em entrevista exclusiva

Diego Yudcovsky
·2 minuto de leitura

O Corinthians está para o Boca Juniors, assim como o Flamengo para o River Plate. Após dois anos atuando no Brasil, esta é a avaliação do atacante Mauro Boselli ao comparar os clubes mais populares do país aos dois gigantes da Argentina.

"Pelo que é a equipe em si, pelo que representa dentro do país, o Corinthians se parece mais com o Boca, e o Flamengo com o River", afirma o ex-centroavante corintiano, em entrevista ao 90min. "Por tudo, até mesmo pela forma de jogar. Pela velha história do Boca, de sempre entrar com raça. O Corinthians também tem essa ideologia. Por fim, pelo aspecto da torcida. Tem torcedor do Corinthians em todos os lados, parece que saem debaixo da terra. É impressionante o quão apaixonados eles são. Tem muita semelhança com o torcedor do Boca."

Para Boselli, os clubes argentinos e brasileiros também são equiparáveis pela capacidade de atrair jogadores e levar vantagem em negociações. "Quando se diz a um argentino que River ou Boca quer te contratar, por mais que outra equipe também queira, vai escutar a proposta de River ou Boca. É o mesmo caso no Brasil. Quando te ligam de Corinthians ou Flamengo, o resto dos times passa para um segundo plano. A qualquer jogador brasileiro que perguntar em qual equipe quer jogar, ele vai responder Corinthians ou Flamengo."

Gabigol marca pelo Flamengo contra o River Plate. | Jam Media/Getty Images
Gabigol marca pelo Flamengo contra o River Plate. | Jam Media/Getty Images

O argentino ainda compara a dificuldade que Boca e Corinthians têm enfrentado por não poder atuar diante de suas torcidas durante a pandemia de covid-19. "As equipes sabiam que, quando iam ao estádio do Corinthians, não era fácil ganhar. É o que acontece com o Boca na Argentina. Não é a mesma coisa jogar na Bombonera sem público. No campo do Corinthians é exatamente igual. Faz muita falta jogar com o apoio da torcida."