Corinthians sai na frente, mas perde de virada para o Bragantino

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 minuto de leitura
SP - Sao Paulo - 16/06/2021 - BRASILEIRO A 2021, CORINTHIANS X BRAGANTINO - Jogadores do Bragantino comemoram vitoria ao final da partida contra o Corinthians no estadio Arena Corinthians pelo campeonato Brasileiro A 2021. Foto: Ettore Chiereguini/AGIF
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Uma bola colocada entre as pernas do goleiro Cássio definiu a vitória por 2 a 1 do Red Bull Bragantino sobre o Corinthians na noite de quarta-feira (16), na Neo Química Arena. A equipe da casa saiu na frente, mas permitiu o crescimento dos visitantes, que buscaram a virada. 

>> Ouça o 'Segunda Bola', o podcast do Yahoo com Alexandre Praetzel e Jorge Nicola

Roni abriu o placar no primeiro tempo, em boa jogada de Gustavo Mosquito concluída por Roni. Na etapa final, Aderlan, de cabeça, e Ramires, já no finalzinho, marcaram os gols da virada. No lance decisivo, Ramirez ficou com sobra na pequena área e bateu rasteiro. Cássio não conseguiu reagir a tempo de fazer a defesa e viu a bola passar entre suas pernas. 

Leia também:

Invicto no Campeonato Brasileiro, o time de Bragança Paulista chegou aos oito pontos, suficientes para a quarta colocação provisória. Estacionada nos quatro, a agremiação da zona leste paulistana está na faixa intermediária da tábua de classificação. 

Depois de mostrar alguma evolução nas partidas recentes, contra América-MG, Atlético-GO e Palmeiras, o Corinthians passou a impressão de conseguiria um bom resultado. Trocando bons passes, chegou à rede aos 19 minutos do primeiro tempo, quando Roni bateu duas vezes para concluir cruzamento de Mosquito. 

O Bragantino cresceu bastante após o gol e passou a ter amplo domínio da posse de bola. Criou chances até empatar, aos seis minutos do segundo tempo. Aderlan subiu bem de cabeça, no primeiro pau, ganhou a disputa pelo alto e acertou o canto direito de Cássio, que nada pôde fazer para impedir o gol. 

O goleiro foi muito bem em seguida, para defender chute de Artur, mas vacilou na parte final do jogo. Aos 40 minutos do segundo tempo, enquanto os jogadores do Corinthians reclamavam de uma falta em João Victor, Ramires chutou por baixo, sem muita força. A bola tocou no pé esquerdo de Cássio, atravessou as pernas do guarda-metas e entrou. 

 

CORINTHIANS 

Cássio; Fagner, João Victor, Gil e Fábio Santos; Roni, Gabriel e Cantillo; Gustavo Mosquito, Mateus Vital (Araos) e Luan (Léo Natel) (Ramiro). T.: Sylvinho 

 

RED BULL BRAGANTINO 

Cleiton; Aderlan, Léo Ortiz, Fabrício Bruno e Weverson; Raul, Evangelista, Pedrinho (Eric Ramires), Artur e Helinho (Cuello); Ytalo. T.: Maurício Barbieri 

 

Estádio: Neo Química Arena, em São Paulo (SP) 

Árbitro: Thiago Luis Scarascati (SP) 

Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP) 

VAR: José Cláudio Rocha Filho (SP) 

Cartões amarelos: Gil e Cássio (COR) 

Gols: Roni (COR), aos 18'/1ºT; Aderlan (RBB), aos 6', e Eric Ramires (RBB), aos 39'/2ºT

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos