Corinthians reclama do Palmeiras por quarta intromissão em reforços quase contratados

Emerson, Dudu, Luan e Raphael Veiga estiveram perto do Corinthians, mas foram parar no rival Palmeiras (Cesar Greco/Montagem)

Alexandre Mattos não virou alvo de reclamação apenas dos torcedores palmeirenses. Nos últimos dias, gente importante dentro da comissão técnica e da diretoria do Corinthians se irritou com o diretor-executivo alviverde por causa do zagueiro Emerson Santos, quarto jogador contratado pelo rival depois de ter negociações avançadas com o Timão.

O atacante Dudu, o meia Raphael Veiga e o zagueiro Luan também estiveram próximos de acordo com o Corinthians quando Mattos entrou na parada e levou os atletas para o Allianz Parque. “Parece que eles esperam vazar alguma notícia sobre jogadores que nos interessam e vão atrás. Isso não é legal”, reclama um membro da comissão técnica corintiana.

Em todos os casos, o Palmeiras ganhou a disputa com ofertas muito maiores. Dudu, por exemplo, foi ganhar no Palestra Itália mais de 50% do que embolsaria no Parque São Jorge – seu salário gira na casa dos R$ 400 mil mensais, incluindo luvas.

Já Emerson Santos, que é reserva no Botafogo, terá direito a R$ 5,5 milhões de luvas pela assinatura do contrato com o Verdão – ele se tornará reforço a partir de janeiro, assim que acabar seu vínculo com o Botafogo. A ideia corintiana era pagar R$ 700 mil ao time carioca para tê-lo já, e luvas de aproximadamente R$ 1 milhão em janeiro ao atleta.

A diferença salarial também pesou para que Emerson escolhesse o Palmeiras, ainda que tivesse de amargar a reserva no Botafogo até dezembro. O Blog apurou que o zagueiro receberá R$ 120 mil mensais em 2018, com aumento anual de R$ 10 mil. “É um atleta com retorno garantido. Se quisermos vendê-lo em janeiro, já iremos ter lucro”, avalia Mattos.

A diferença no momento financeiro dos rivais ajuda a explicar o modus operandi de cada um dos clubes nas negociações: sem grana em caixa, o Corinthians adota processos mais longos, contra o Palmeiras que, respaldado pela Crefisa, faz as transações de maneira quase instantânea.

Para acessar outras notícias do Blog do Jorge Nicola, clique aqui: