Corinthians realiza primeiro rachão do ano a dois dias da decisão

O penúltimo treinamento do Corinthians para enfrentar a Ponte Preta, no primeiro jogo da decisão do Campeonato Paulista, no Moisés Lucarelli, foi bastante descontraído. Nesta sexta-feira, o técnico Fábio Carille deu aval para que os seus comandados realizassem o primeiro rachão da temporada no CT Joaquim Grava.

Após separar atacantes e defensores para um trabalho mais sério, de ajuste de posicionamento, Carille se afastou para que o elenco se dividisse em dois times para a disputa descontraída em campo reduzido. As gozações marcaram a atividade. “Volta, Marlone!”, chegou a ouvir o atacante Clayton, sobre o jogador pelo qual foi trocado com o Atlético-MG.

Para Carille, as brincadeiras evidenciam o ambiente saudável do seu grupo de atletas. “Esse foi o primeiro rachão do ano porque o calendário fez com que fosse assim. É um momento bom, deles, em que o zagueiro joga no ataque, e preferi deixá-los muito à vontade. Todos ficaram felizes”, comentou.

O técnico ainda apontou a alegria dos seus comandados como um diferencial diante da Ponte Preta nos jogos decisivos do Estadual. O primeiro será neste domingo, no Moisés Lucarelli, e a volta no próximo, em Itaquera.

“Você não chega a uma final só por questões técnicas e táticas. É por causa do grupo também, e esse grupo é maravilhoso”, enalteceu Fábio Carille.

Escalação

Não há mistério em relação à formação do Corinthians diante da Ponte. Antes do rachão, Carille voltou a indicar a utilização da sua equipe habitual: Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel, Maycon, Jadson, Rodriguinho e Romero; Jô. “O time está definido, sem novidades”, assentiu o técnico.