Corinthians reabre conversas com Romero - veja o andamento da negociação

Nathália Almeida
90min

Após semanas de estagnação, indefinição e ​indícios claros de que a história entre Romero e Corinthians estava se aproximando de seu final, reviravolta. Ainda é prematuro para cravar um desfecho feliz entre as partes​mas dirigentes alvinegros e representantes do atleta reabriram conversas e voltaram a buscar um acordo por renovação.


Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Já segue a gente no Instagram? Clique aqui e venha para a Casa dos Torcedores!

De acordo com a apuração do ​UOL Esportes, o fato do atacante receber em dólar ainda é o maior entrave para que a renovação seja sacramentada. Atualmente, seus vencimentos estão na casa dos US$ 100 mil (R$ 370 mil), mas este valor varia de acordo com a cotação da moeda estrangeira. Houve período em que Romero chegou a receber R$ 419 mil/mês.


Os dirigentes alvinegros entendem que fechar o contrato nesses moldes, em junho de 2014, foi uma falha do clube. À época, o dólar estava cotado em pouco mais de R$ 2, de modo que o ordenado mensal do paraguaio não passava dos R$ 220 mil.


Angel Romero
Angel Romero

Inicialmente, estafe e jogador se posicionaram de maneira taxativa na negociação, exigindo uma valorização salarial e luvas. A postura irritou a cúpula alvinegra, que também "bateu o pé" cravando que o Corinthians não reajustaria sequer um real do ordenado atual do atleta.


Neste momento da negociação, uma opção que parece viável ao clube é o estabelecimento de um ordenado fixo em moeda brasileira, com a diluição gradual de um valor em luvas mensais, respeitando o teto salarial do clube e não ultrapassando por muito os vencimentos atuais de Ángel Romero (R$ 370 mil).

​​

Leia também