Corinthians quita dois meses de salários atrasados e espera pagar tudo até esta sexta-feira

Alexandre Guariglia
·1 minuto de leitura


Poucos dias após completar três meses de salários atrasados para o elenco, o Corinthians quitou dois deles nesta quinta-feira, restando apenas um, que deverá ser depositado nesta sexta-feira, segundo previsão dos dirigentes do clube. A informação foi divulgada pelo GE e confirmada pelo LANCE!.

Os meses pagos foram os de agosto e setembro, enquanto o de outubro ainda está pendente, mas há a expectativa de que a semana termina sem dívidas salarias com os jogadores. Não é a primeira vez que esse atraso acontece neste ano, pelo contrário, a falta de pagamento se tornou corriqueiro por conta da pandemia de coronavírus, que teve um forte impacto nas finanças corintianas.

TABELA

> Veja classificação e simulador do Brasileirão clicando aqui

Na última semana, em entrevista ao GE, Andrés Sanchez prometeu que até esta semana os débitos seriam quitados pelo Timão. Isso se devia ao fato de o clube estar esperando a liberação do dinheiro da venda de Pedrinho ao Benfica, que foi adiantado de forma integral junto a um banco europeu. Acontece que os R$ 120 milhões ainda não chegaram aos cofres alvinegros, o que tem atrapalhado o fluxo de caixa e adiado constantemente o pagamento dos salários.

Segundo o GE, em informação também ouvida pela reportagem do LANCE!, o pagamento foi feito por meio de verbas de patrocínio e de cotas de direitos de transmissão. Mesmo assim, a diretoria ainda mantém a esperança da chegada do dinheiro da venda de Pedrinho, o que facilitaria a quitação total nesta sexta-feira. A dívida somando os três meses de atraso era de mais de R$ 30 milhões.