Corinthians encerra jejum e bate o Santos na Vila Belmiro pelo Paulistão

Alexandre Guariglia
·4 minuto de leitura


Em clássico com duas equipes alternativas neste domingo, quem levou a melhor foi o Corinthians, que venceu o Santos por 2 a 0, na Vila Belmiro. Com a vitória, os corintianos quebraram um tabu de sete anos sem vencer no estádio santista. Com gols de Raul Gustavo e Lucas Piton, os visitantes bateram com tranquilidade os rivais, que jogaram com um a menos desde a parte final do primeiro tempo.

TABELA
> Veja classificação e simulador do Paulistão-2021 clicando aqui

Timão é superior no primeiro tempo diante de um Peixe confuso

Desde o início da partida foi possível perceber que havia uma equipe bem montada e consistente, e outra com dificuldades de se adaptar a um esquema com três zagueiros. Foi assim que o Timão conseguiu ser superior ao Peixe em todo o primeiro tempo. Logo aos seis minutos, uma bela jogada pela esquerda e Roni tocou para a área para Gustavo Mosquito bater, mas ele foi travado.

Era a primeira grande chance corintiana, que tinha liberdade para trabalhar a bola pelo meio, inclusive com João Victor, saindo da lateral direita. A partir dos 28 minutos, a pressão dos visitantes ficou maior. Primeiro com Raul Gustavo, que chutou muito perto do gol, e depois com Mosquito, que exigiu defesaça de Vladimir, que ainda viu um cabeceio de Raul passar perto logo em seguida.

O Santos, abatido e sem ameaçar, respondeu em uma jogada despretensiosa rebatida por Wellington, que caiu nos pés de Renyer, mas o garoto, cara a cara com Cássio, chutou na mão do goleiro. E quem não faz, toma, como diria o outro... Aos 37, Raul Gustavo aproveitou rebote em mais uma defesaça de Vladimir em chute de Jemerson, e balançou a rede para abrir o placar na Vila.

Atordoado, o Peixe quase tomou o segundo em cabeceio de Jemerson, mas logo em seguida o pior aconteceu: Wellington, que já tinha amarelo, levou o segundo e foi expulso, deixando os santistas com dez. Na falta cometida pelo zagueiro, Lucas Piton cobrou com maestria e aumentou a vantagem, que poderia facilmente estar maior para os visitantes na ida para o intervalo.

Santos x Corinthians
Santos x Corinthians

Jogadores do Timão comemoram (Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians)

Ritmo cai no segundo tempo e Corinthians confirma a vitória

Ariel Holan voltou dos vestiários com Jhonnthan no lugar de Lucas Lourenço, para remontar a defesa do Santos após perder um dos zagueiros com cartão vermelho. Enquanto isso, o Timão voltou com um ritmo bem mais baixo, buscando garantir o resultado, mas sem o mesmo ímpeto da primeira etapa. Com um a mais, ficou mais fácil controlar a partida que já parecia decidida anteriormente.

Mesmo assim, até os 15 minutos do segundo tempo, a melhor chance foi do Santos, com Kevin Malthus, aproveitando boa trama entre Kaio Jorge e Renyer. O chute do jovem santista, porém, foi para fora, passando perto do gol de Cássio. Enquanto isso, o Corinthians buscava subir um pouco a marcação e pressionar a saída de bola do adversário, que mostrava dificultava no quesito.

A primeira grande chance do Timão na segunda etapa aconteceu somente aos 31 minutos após lançamento de Cantillo para Ramiro, que escorou de cabeça para João Victor, em mais uma boa atuação, finalizar para o gol e fazer Vladimir se virar para outra grande defesa. Alguns minutos depois, foi a vez de Cauê fazer jogada individual e arriscar, mas a bola foi para fora da meta santista. Em seguida, Renyer tentou responder para o Peixe, mas Cássio defendeu bem.

Sem força para reagir, o Santos buscou mais ficar longe do perigo do que arriscar um gol de honra, já o Corinthians dosou seu ímpeto em meio a uma maratona de jogos pelo Paulistão e agora com Copa Sul-Americana. A vitória corintiana quebra um tabu de quase sete anos de jejum na Vila Belmiro.

E agora?

Com a vitória, o Corinthians vai a 21 pontos no Campeonato Paulista e praticamente garante classificação para as quartas de final e volta as suas atenções para a Sul-Americana, na próxima quinta-feira, contra o Peñarol. Já o Santos se complica no Grupo D e fica com nove pontos. O próximo desafio do Peixe será contra o Boca Juniors, na próxima terça-feira, pela segunda rodada da Copa Libertadores.

FICHA TÉCNICA
SANTOS 0 X 2 CORINTHIANS
Local:
Vila Belmiro, Santos (SP)
Data-Hora: 25/4/2021 - 20h
Árbitro: Salim Fende Chaves
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse e Daniel Paulo Ziolli
VAR: Rodrigo Guarizzo Ferreira do Amaral
Público/renda: Portões Fechados
Cartões amarelos: Gabriel (COR)
Cartões vermelhos: Wellington, aos 42'/1ºT (SAN)
Gols: Raul Gustavo (37'/1ºT) (0-1) e Lucas Piton (44'/1ºT)

SANTOS: Vladimir; Luiz Felipe, Robson e Wellington, Sandro (Lucas Barbosa, aos 21'/2ºT), Guilherme Nunes (Lucas Venuto, aos 21'/2ºT), Lucas Lourenço (Jhonnathan, no intervalo) e Copete; Kaio Jorge e Bruno Marques (Renyer, aos 23'/1ºT). Técnico: Ariel Holan.

CORINTHIANS: Cássio; João Victor, Jemerson, Raul Gustavo (Léo Santos, aos 43'/2ºT) e Lucas Piton; Gabriel (Cantillo, aos 21'/2ºT), Ramiro e Roni (Rodrigo Varanda, aos 35'/2ºT); Gustavo Mosquito (Adson, aos 21'/2ºT), Gabriel Pereira (Vitinho, aos 35'/2ºT) e Cauê. Técnico: Vagner Mancini.