Corinthians prepara grandes mudanças na base atrás de protagonismo

Jorge Nicola
·1 minuto de leitura
Com vários desfalques, Timão sub-20 foi eliminado pelo União ABC na 1ª fase da Copa do Brasil (Divulgação/Nelson Corrales)
Com vários desfalques, Timão sub-20 foi eliminado pelo União ABC na 1ª fase da Copa do Brasil (Divulgação/Nelson Corrales)

A categoria sub-20 do Corinthians vai passar por mudanças importantes nos próximos meses. A missão do novo diretor, Osvaldo Neto, com apoio de Jacinto Antonio Ribeiro, o Jaça, é devolver ao clube o status de protagonismo no futebol brasileiro perdido nos últimos anos.

A necessidade de transformações tanto na supervisão, quando no comando técnico ficou mais evidente depois da eliminação na 1ª fase da Copa do Brasil sub-20, diante do desconhecido União ABC, do Mato Grosso do Sul.

Era apenas o primeiro jogo do Corinthians no ano, que ainda perdeu nove atletas promovidos ao time principal e não contou com outros quatro, contundidos ou com Covid-19. De qualquer maneira, a eliminação foi mal digerida internamente.

Técnico interino desde a demissão de Dyego Coelho, Márcio Bittencourt vai precisar de resultados imediatamente. Se não, o Corinthians buscará um treinador de ponta na categoria.

O trabalho de Yamada, gerente geral da base, também ficou a perigo diante da falta de resultados e performance do Corinthians nos últimos anos.

Presidente alvinegro desde janeiro, Duílio Monteiro Alves optou por alterar o comando da base apostando nas intenções de Osvaldo, que é dono de uma empresa de segurança, e na experiência de Jaça, que entre idas e vindas está na base do Corinthians há quase quatro décadas. Ronaldo GIovanelli, Marques, Zé Elias, Marcelinho Paulista, Gil e Marquinhos foram alguns dos atletas revelados em suas gestões.