Corinthians pode voltar a ter problemas com 'retranca' e obrigar Sylvinho a trocar peças

·2 minuto de leitura


O Corinthians pode ter novamente um problema sofrido no último domingo (20), quando no empate em 0 a 0 contra o Bahia, pela quinta rodada do Brasileirão, encarou um adversário fechado defensivamente. Nesta quinta-feira (24), o Timão enfrenta o Sport, às 19h, na Neo Química Arena, e a tendência é que tenha pela frente de novo um time reativo.

O técnico Sylvinho admite que a sua equipe possui dificuldades de jogar diante clubes com um estilo de jogo que preze mais pela parte defensiva e dê a bola ao oponente atacar.

– É um cenário mundial quando você tem uma barreira do lado contrário em 35, 40 metros de campo, 11 atletas plantados ali, realmente dificulta para o Corinthians, para outros clubes e nós temos que buscar algumas soluções para poder romper isso – disse o treinador do Corinthians após o empate sem gols contra o Bahia, no último fim de semana.

>> Confira a tabela do Brasileirão e simule os jogos do Corinthians
>> Baixe o novo app de resultados do LANCE!

Nos últimos quatro jogos, o técnico Sylvinho montou o esquema corintiano com três volantes: Cantillo, que tem mais qualidade de passe, como primeiro homem do meio; e a dupla Gabriel e Roni, que são mais marcadores, auxiliando na cobertura central e aparecendo na área como elemento surpresa. o que deu certo, já que ambos marcaram gols nos três jogos mais recentes.

– A gente vai buscando melhores escalações, melhores funções, para o time sustentar a parte de meio-campo. O Cantillo é um jogador de muita qualidade técnica, é verdade que ele joga por trás, tem uma qualidade excepcional, se adiantar um pouco ele, ele não joga na área mais avançada do campo, mas é um organizador do time, ele não tem a força defensiva, ao contrário, ele é um grande organizador e bem sustentado por Gabriel e Roni

Sylvinho gosta do trio no meio-campo, mas admite que pode alterar esse esquema de acordo com algumas circunstâncias. No segundo tempo contra o Tricolor Baiano, o treinador promoveu a entrada do meia Vitinho no lugar de Roni, e os 30 minutos do atleta em campo agradaram o professor.

– Tinha intenção de usá-lo e usamos, bom resultado, boa performance dele entre linhas, como um meia, chegando, chutando, um bom jogo. Esses atletas são jovens, estão maturando ainda, mas a gente vai fazer de tudo para que eles ganhem minutos, joguem e nós vamos acertando esse setor de meio-campo também.

Contra o Sport, o Corinthians também terá o desafio de vencer a primeira partida em casa neste Brasileirão. Até aqui, foram duas derrotas, contra Atlético-GO e Red Bull Bragantino.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos