Corinthians pode ter cenário parecido com o da Liberta para se classificar

Alexandre Guariglia
LANCE!


O Corinthians renasceu das cinzas no Paulistão após uma combinação de resultados permitir que o clube continuasse sonhado com vaga nas quartas de final da competição. A situação ainda é complicada, já que o Timão não depende apenas de si para avançar, mas uma vitória por dois ou mais gols de diferença, dará a vaga mesmo com um empate entre Guarani e São Paulo. Esse cenário já se apresentou neste ano, na Libertadores, e os corintianos falharam.

Em 2020, o Corinthians fez 13 jogos oficiais e venceu apenas quatro dessas partidas: Botafogo-SP, Santos, Guaraní-PAR e Palmeiras. A porcentagem é bem baixa, tendo vencido menos de um terço dos duelos disputados na temporada, curiosamente, na grande maioria das vezes, contra adversários considerados "grandes", sendo um deles pela fase preliminar da Copa Libertadores, quando o time de Tiago Nunes dependia apenas de suas forças e acabou eliminado.

Naquela ocasião, na partida de ida, no Paraguai, o Timão foi derrotado por 1 a 0, sem balançar a rede fora de casa, o que levaria um pouco mais de tensão para a Arena, mesmo assim bastaria uma vitória por dois gols de diferença dentro de seus domínios para avançar de fase. Até pouco antes dos dez minutos do segundo tempo essa vantagem estava sendo alcançada, no entanto um gol de falta deixou os paraguaios com a vaga na mão e não soltaram mais.

No Paulistão, em um dos cenários possíveis, essa vantagem pode ser necessária novamente, já que se o Guarani empatar com o São Paulo, bastará ao Corinthians vencer o Oeste por dois ou mais gols de diferença, o que faria a equipe de Tiago Nunes levar a vaga para as quartas pelo critério de saldo de gols. Na classificação atual, o Bugre tem um gol mais de saldo do que o Timão.

Há a possibilidade de classificação até com um triunfo por um gol de diferença, desde que o Corinthians faça três gols a mais do que o Guarani em um possível empate com o São Paulo. Evidente que são cenários que ainda fazem o Alvinegro depende do resultado de outro clube, mas são placares que podem apresentar uma situação um pouco mais segura, mesmo de olho no outro jogo.

Além de pensar em trazer uma situação diferente daquela que foi entregue na fase preliminar da Libertadores, o Timão pode se basear em números interessantes conquistados nesta temporada. Das quatro vitórias alcançadas pela equipe em 2020, duas delas, ou seja, metade, foi por dois ou mais gols de diferença: 4 a 1 diante do Botafogo-SP e 2 a 0 sobre o Santos.

O problema é que essa memória tem de ser buscada antes de o time de Tiago Nunes desandar nos primeiros meses do ano. As duas vitórias aconteceram entre o fim de janeiro e o começo de fevereiro, período que antecedeu os confrontos diante do Guaraní-PAR, pela Libertadores. Se o elenco conseguir retomar aquele ritmo, certamente não será difícil vencer por dois gols.

Todas essas oportunidades e cenários serão revelados no próximo domingo, às 16h, quando todos os jogos da 12ª e última rodada da fase de grupos do estadual serão realizados. O Corinthians vai até a Arena Barueri para pegar o Oeste, enquanto o Guarani recebe o São Paulo na Vila Belmiro. Caso o Timão atinja o objetivo, já sabe que enfrentará o Red Bull Bragantino nas quartas.








Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também